sexta-feira, 10 de julho de 2015

Projeto Moto Amiga realiza curso de Pilotagem Defensiva para motociclistas em Garanhuns

http://www.vozdoplanalto.com.br/wp-content/uploads/2012/08/detran-pe.jpg



A Alves Motos Honda e o CFC Driver, em convênio com o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE), realizam nos próximos dias 11 e 12 de julho, um curso de Pilotagem Defensiva para motociclistas, no município de Garanhuns, Agreste do Estado. O curso, que faz parte do Projeto Moto Amiga, será ministrado pela equipe de instrutores da Associação Brasileira de Distribuidores Honda (Assohonda), por meio do Núcleo Operacional Assohonda (NOA - II), sob a supervisão da Gerência de Ensino da Escola Pública de Trânsito, acontece das 8h às 17h, no CFC Driver e no Pátio do Estacionamento da UFRPE. No dia 13, será realizado um fórum com palestras e debates sobre as ações de combate à epidemia dos acidentes com motocicletas em Pernambuco, no auditório da UPE, a partir das 19h30.

A carga horária do curso conta com 16 horas/aula, divididas em dois módulos de oito horas por dia cada, sendo oito horas de fundamentos teóricos e outras oito horas de aula prática. A aula teórica será no CFC Driver, localizado na Av. Agamenon Magalhães, 237, no Bairro Heliópolis. Já a parte prática acontece no campus da Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), na Av. Bom Pastor, S/N, Bairro Boa Vista. Entre os temas, serão abordadas: Definição e elementos da pilotagem defensiva; Condução em condições adversas; Condução em situações de risco; Ultrapassagens; Derrapagem; Ondulações e buracos; Cruzamentos e curvas.

O curso de Pilotagem Defensiva é destinado a motociclistas e busca aprimorar suas competências quanto à condução segura de motocicletas. "O objetivo é aprofundar os conhecimentos sobre o manejo eficaz da motocicleta, em função da legislação de trânsito, bem como incrementar as habilidades de condução adequada por meio de técnicas de pilotagem segura", diz Guto Alves, coordenador do NOA II.

O curso vai abordar questões técnicas de como pilotar uma motocicleta, sempre buscando a condução correta e segura, minimizando as possibilidades de acidentes de trânsito, que são tão frequentes. "Principalmente pela falta de conhecimento ou pela imprudência ao conduzir uma motocicleta", completa o coordenador da NOA-II.

Para o gerente da Escola de Trânsito do Detran-PE, Ivson Correia, os cursos e programas que trabalham na prevenção de acidentes são uma grande oportunidade para que os motociclistas reflitam sobre as vitimas do trânsito. "Além da teoria, a experiência prática vai ajudar a evitar muitos acidentes. No momento da frenagem, por exemplo, o motociclista deve acionar os dois freios", ensina Ivson. "E também não esquecer de usar o capacete, que pode reduzir em 40% o risco de morte, e em 70% o risco de lesão corporal grave", expõe.

Estatísticas
De acordo com dados do Detran-PE, em 2014 foram 45.916 acidentes de trânsito, desses 75% foram ocorrências com motos, num total de 34.288. A falta de conhecimento, imperícia e a imprudência são a causa desses números.

A frota de motocicletas em Pernambuco triplicou nos últimos dez anos e atualmente beira a cifra de um milhão de veículos. Em Garanhuns, a frota mais do que dobrou no mesmo período, sendo hoje de 47 mil veículos. Os 26 municípios do Agreste Meridional, juntos, possuem uma frota de quase 80 mil motocicletas.

Moto Amiga

Criada pela Honda há pouco mais de dois anos, o projeto Moto Amiga trabalha para reduzir o alto índice de acidentes com motos no Brasil. Os instrutores do Centro de Treinamento Honda procuram fazer palestras educativas e mostrar que o alto índice de acidentes se deve à falta de instrução sobre a pilotagem correta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário