segunda-feira, 20 de março de 2017

Alepe promove audiência sobre reforma da previdência



A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) deu início, nesta segunda-feira (20), às discussões sobre o Projeto de Emenda Constitucional (PEC) 287, que trata da reforma da Previdência Social. Promovida pela Comissão Especial dedicada ao tema na Alepe, a audiência pública contou com a participação de deputados estaduais, representantes da bancada federal e entidades da sociedade civil.

Presidente da comissão, o deputado Silvio Costa Filho (PRB) destacou que o que os integrantes do colegiado vêm percebendo é que a atual proposta de reforma do Governo Federal não terá o apoio da sociedade pernambucana. “A reforma, da maneira que foi sugerida pelo Governo Federal, tira direitos dos trabalhadores e é inoportuna. Particularmente sou contrário à proposta, pois não é a Previdência que deve ao Brasil, é o Brasil que deve à Previdência”, destacou. 

Relator da Comissão da Previdência Social, o deputado Rodrigo Novaes (PSD) também se mostrou contrário à proposta, que classificou como desmonte social. “O sistema precisa ser revisto, sim, mas com bom senso. A idade mínima que estão propondo para o Brasil hoje só será adotada daqui a nove anos no Japão, país onde a expectativa de vida chega a 84 anos”, comparou. 

De acordo com o presidente da Comissão de Direito de Seguridade Social da Ordem dos Advogados do Brasil de Pernambuco (OAB-PE), Alexandre Vasconcelos, o sistema previdenciário brasileiro não apresenta déficit e sim superávit. “O que é apresentado como déficit, na verdade, diz respeito à aposentadoria rural, que são na verdade benefícios de assistência social”, explicou.

Representante da bancada federal na audiência pública, o deputado Silvio Costa (PTdoB) defendeu a taxação de grandes fortunas e a regulamentação dos cassinos como alternativas para reforçar o caixa da Previdência. O parlamentar criticou também a exclusão das forças armadas da reforma. “Ou a reforma é para todos ou não é para ninguém”, defendeu.

Ao final do encontro, o deputado Silvio Costa Filho pediu às entidades presentes na audiência pública que enviassem suas sugestões e considerações em relação à PEC 287 para a Comissão Especial da Previdência Social para subsidiar o relatório final que será apresentado à sociedade. “O Governo Federal precisa promover um amplo debate com a sociedade sobre o tema, de forma transparente, abrindo todos os números da Previdência, e não fazer uma reforma de maneira açodada, sem discussão”, avaliou.

Pedro Ivo Bernardes

Armando e prefeito de São Lourenço juntos para gerar mais emprego



Fotos: Victor Soares/Divulgação


Em visita a São Lourenço da Mata, nesta segunda-feira (20), o senador Armando Monteiro (PTB) conversou com o prefeito Bruno Pereira (PTB) sobre a atração de investimentos e empresas para o município. Segundo o líder petebista, o objetivo é gerar empregos e melhorar a renda da população. Em paralelo, Armando também se comprometeu em levar mais recursos federais para a cidade, com a implantação de obras e políticas públicas. Um dos equipamentos a ser contemplado é o Pátio da Feira, que será requalificado e ampliado pela Prefeitura.

Armando Monteiro destacou que a Agência Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Agricultura e Meio Ambiente (Adesma), criada na gestão Bruno Pereira e que tem o papel de atrair indústrias e empresas para o município, terá uma ação decisiva no desenvolvimento de São Lourenço da Mata nos próximos anos. 

“A Prefeitura não pode apenas se voltar para a prestação de serviços convencionais, como o da limpeza. O município também tem que atuar na promoção econômica, na atração de investimentos, na articulação para gerar empregos. A criação da Agência de Desenvolvimento marca uma preocupação do prefeito Bruno Pereira em atuar nessa promoção econômica. Eu quero ser parceiro desse trabalho para a gente levar investimentos para São Lourenço e gerar empregos, que é o que a população precisa”, afirmou Armando Monteiro.

O prefeito Bruno Pereira sublinhou que a experiência que o senador acumulou à frente da Federação das Indústrias de Pernambuco (Fiepe), Confederação Nacional da Indústria (CNI) e do Ministério do Desenvolvimento contribuirá para que a Adesma possa abrir as portas para população conquistar empregos. “A Agência foi criada pensando em gerar empregos. E não tem uma pessoa mais gabaritada que o senador nessa área para nos ajudar a desenvolver São Lourenço e fazer da cidade um grande polo para trazer emprego para o nosso povo”, disse. 

PROGRAMAÇÃO – A visita de Armando Monteiro a São Lourenço começou com uma passagem na Prefeitura. Na sede do Executivo municipal, o senador foi recebido pelo prefeito Bruno Araújo, o vice-prefeito Doutor Gabriel Neto, secretários municipais e vereadores da cidade, onde discutiram os projetos prioritários da gestão. O petebista elogiou as primeiras ações do governo municipal, como a racionalização administrativa. “O prefeito Bruno Pereira tem tomado medidas que claramente apontam para o rumo certo”, assinalou.

Em seguida, Armando, o prefeito e comitiva fizeram uma visita ao Hospital e Maternidade Petronila Campos, reaberto neste mês após ter ficado fechado por cinco meses. Nos dois primeiros meses de 2017, a gestão municipal investiu mais de R$ 600 mil na recuperação da unidade de saúde, comprando medicamentos e insumos, além de contratar profissionais e especialistas e implantar um sistema informatizado.

A passagem de Armando por São Lourenço concluiu com uma visita ao Pátio da Feira. O senador se prontificou em ajudar o governo municipal a conseguir recursos federais em Brasília para revitalizar o espaço público, de modo a abrigar mais boxes e acomodar de forma digna os feirantes e oferecer mais conforto e higiene à população.

Além do senador Armando Monteiro, participaram da visita a São Lourenço o presidente estadual do PTB, José Humberto Cavalcanti, o deputado federal Zeca Cavalcanti (PTB), os deputados estaduais Júlio Cavalcanti (PTB) e Joel da Harpa, além de vereadores e lideranças locais.

José Accioly

Fé, alegria e esperança na celebração das águas da transposição




O Dia de São José é uma data especial e cheia de simbolismo para o povo nordestino. Neste dia a religiosidade popular destina ao santo as orações e pedidos de chuva e por uma boa colheita. É um dia de festa e neste último domingo (19) a festa teve um caráter ainda mais simbólico.
O dia foi escolhido para a inauguração popular da transposição do Rio São Francisco na bacia do Rio Paraíba, em Monteiro; onde estive ao lado dos ex-presidentes Lula e Dilma e de colegas parlamentares e lideranças populares de várias regiões. Essa obra estruturante é um dos principais legados dos governos progressistas no Brasil. Quando estiver pronta, nos dois eixos, a transposição deve beneficiar 12 milhões de pessoas.
Assistimos ontem uma linda manifestação que levou milhares de pessoas ao cariri paraibano. Emocionante ver, já ao longo da estrada, o reconhecimento popular, as manifestações de carinho ao ex-presidente Lula e os depoimentos sobre como essas águas mudarão definitivamente a vida do povo daquela região.
A transposição é um sonho antigo dos sertanejos. É um projeto que data do período colonial e que nunca saiu do papel. A primeira versão desse projeto data de 1847. Desde então muitas vezes as águas do São Francisco foram apontadas como boa solução para o enfrentamento da seca e voltavam a ser esquecidas ao final de cada período de estiagem.
Ainda durante o período da ditadura militar o caráter cíclico das secas já era de conhecimento público e exigia ações mais perenes. No entanto, conforme denunciou Marcia Dementshuk em reportagem para a Agência Pública*, a informação foi mantida em segredo e a transposição mais uma vez não saiu do papel. “O fato de as secas nordestinas serem cíclicas já havia sido preconizado em 1977 pelos pesquisadores Carlos Girardi e Luiz Teixeira, do Centro Técnico Aeroespacial (CTA), em São José dos Campos (SP). Mas a informação era mantida em segredo pelo governo militar. Os pesquisadores previram secas com duração de cinco anos a cada 26 anos, e secas de menor intensidade, com duração de três anos, a cada 13 anos”.
A decisão política e reconhecimento do papel dessa obra para o desenvolvimento do país e enfrentamento às desigualdades regionais foram fundamentais para que em agosto de 2007 esse projeto finalmente tivesse início. Ao longo dos Governos Lula e Dilma muitos desafios precisaram sem enfrentados para que, afinal, pudéssemos ver as águas correndo nas terras pernambucanas e paraibanas, irrigando a sede e renovando a esperança do nosso povo.
Ver concluído um trecho de uma obra estruturante como essa aumenta nossa convicção na defesa de um projeto popular e progressista para o país. Materializa o que o golpe que sofremos no ano passado tenta tirar do nosso país. O sorriso, a fé, a alegria que tomou conta desse domingo nos lembra que o nosso povo tem direito à felicidade e que nós temos o dever de combater o golpe, lutar pela nossa democracia e junto com esse nosso povo retomar o caminho do crescimento, do desenvolvimento e da soberania.
Luciana Santos é deputada federal por Pernambuco e presidenta nacional do PCdoB


*Artigo originalmente publicado no Portal Brasil 247

COMUNICADO - ADIAMENTO DO ENCONTRO MUNICIPAL DE TURISMO


sexta-feira, 17 de março de 2017

Feriados prolongados estimulam o turismo em 2017



Com os dias de folga, setor injetará R$ 21 bilhões a mais na economia do País

O ano de 2017 será de oportunidades para quem gosta de viajar. Muitos feriados nacionais cairão em dias úteis como segunda, quinta e sexta-feira, além dos feriados estaduais e municipais que ajudarão a estender as folgas. A Associação Brasileira das Agências de Viagem (Abav) estima que a demanda por viagens de lazer em 2017 deverá crescer entre 8% e 14%.

Pesquisa realizada no mês de janeiro pelo Ministério do Turismo, em sete capitais, comprova as estimativas de crescimento do número de viagens no verão e nos feriados prolongados. A intenção do brasileiro de viajar nos próximos seis meses cresceu de 19% para 23%, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Para o turismo, esses números são muito positivos. Na projeção feita pelo Ministério do Turismo é possível constatar que as viagens nos fins de semana, prorrogados por feriados, irão injetar R$ 21 bilhões a mais na economia do País. O levantamento considerou um acréscimo de 22 dias de folga, quando R$ 10,5 milhões de viagens deverão ser realizadas.

As empresas do segmento já começaram a sentir o impacto dos feriadões com o aumento na procura por pacotes de viagens. É o caso dos resorts Enotel Convention & Spa e Enotel Acqua Club Porto de Galinhas que no início do ano já haviam alcançado 100% de ocupação para o Carnaval. Já os resorts Salinas Maragogi All Inclusive Resort e Salinas Maceió All Inclusive Resort, em Alagoas, seguem o mesmo fluxo, com taxa de ocupação na faixa de 90% para o feriado da Páscoa.



Em 2017, os feriados nacionais caem nos seguintes dias: Carnaval (28 de fevereiro – terça-feira); Paixão de Cristo (14 de abril – sexta-feira); Tiradentes (21 de abril – sexta-feira); Dia do Trabalho (1º de maio – segunda-feira); Corpus Christi (15 de junho – quinta-feira); Independência do Brasil (7 de setembro – quinta-feira); Dia de Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro – quinta-feira); Finados (2 de novembro – quinta-feira); Proclamação da República (15 de novembro – quarta-feira); e Natal (25 de dezembro – segunda-feira). De acordo com o estudo do Ministério do Turismo, o feriado que deve gerar o maior impacto é o Dia de Nossa Senhora Aparecida, quando 1,94 milhão de viagens movimentarão R$ 3,9 bilhões na economia.

Adnna Fernandes

Luciana Santos propõe data nacional em homenagem ao Maracatu



A deputada Luciana Santos apresentou nesta quarta-feira (15) um Projeto de Lei pela criação do Dia Nacional do Maracatu. A parlamentar sugere que o dia 1º de agosto seja instituído como data nacional, a exemplo do que acontece em Pernambuco, que desde 1997 instituiu a data em homenagem ao mestre Luiz de França, que por 40 anos comandou o Maracatu leão Coroado, um dos mais antigos em atividade no estado.

Essa é uma iniciativa que requer apoio popular, por isso a parlamentar realizou audiência pública sobre o tema em Olinda, ainda no ano passado e lançou um abaixo-assinado na internet para que as pessoas que apoiam a medida possam se manifestar. A petição está no site do Avaaz:  https://goo.gl/x23srJ

Infraestrutura na área de transportes é tema de debate na Fiepe


Foto: Andréa Xavier/ Fiepe

A Secretaria Estadual de Transportes (Setra) marcou presença na reunião promovida pelo Conselho Temático de Infraestrutura (Coinfra) da Federação das Indústrias do Estado de Pernambuco (Fiepe).

Na ocasião, o gerente geral de Projetos, Luiz Alberto de Araújo, detalhou o projeto do Miniarco, maior obra de mobilidade da Região Metropolitana do Recife (RMR), que terá 14,4 quilômetros de extensão, ligando o entroncamento da PE 35 (acesso à Itamaracá) ao entroncamento da PE-15 com a BR-101 (Hospital Miguel Arraes). O custo estimado é de R$ 160 milhões.  Atualmente, quatro empresas foram autorizadas pelo Governo de Pernambuco para iniciar os estudos técnicos desta importante intervenção.

O gestor falou também dos serviços de recuperação de 30,5 quilômetros da BR-101, no contorno do Recife. A ação custará R$ 192 milhões. O trecho contemplado vai do viaduto sobra a PE-15 (Paulista) até o entroncamento com a antiga BR-101 (Prazeres). Além disso, foi debatido o projeto do Arco Metropolitano.

“Este tipo de iniciativa é muito importante, pois possibilita a troca de experiências. Ouvi importantes sugestões. Também tive a oportunidade de apresentar projetos e ações que o Governo de Pernambuco está colocando em prática, visando melhorar a mobilidade urbana da RMR e da região da Mata Norte e, consequentemente, o escoamento da produção industrial daquela região”, ressaltou Luiz Alberto Araújo. 

 Participaram do encontro, Ricardo Essinger e Fernando Teixeira, presidentes da Fiepe e do Coinfra, respectivamente, além de membros do Comitê de Jovens Empresários, dentre outros.

Marcelo Aragão

Oficina de chocolates e encenação da Paixão de Cristo irão marcar a Semana Santa do Enotel Porto de Galinhas



Programação é direcionada para adultos e crianças

Durante o feriado da Semana Santa, o Enotel Convention & Spa e Enotel Acqua Club Porto de Galinhas prepararam uma programação especial para adultos e crianças. No período de 12 a 16 de abril, além das opções de lazer e entretenimento, será encenado o espetáculo da Paixão de Cristo, com exclusividade, para os hóspedes que escolheram os resorts para desfrutar o feriado prolongado. 

A programação especial do Enotel durante a Semana Santa contempla oficinas de chocolate, pintura facial e reciclagem para os adultos. Já a criançada poderá participar de atividades recreativas como corrida do ovo, coelho na toca, bingo doce, chocolouco e corrida do coelho. Haverá também show especial ‘Mundo de Alice’ no Teatro Amália Rodrigues, brincadeiras de caça ao tesouro, teatro de fantoche e entrega de ovos de chocolate.

O pacote de Páscoa oferece hospedagem em apartamento duplo e inclui duas crianças até seis anos de idade como acompanhantes, no regime all inclusive, ou seja, com todas as refeições incluídas. As pessoas que fizerem as reservas por meio do site do Enotel também terão a possibilidade de comprar um passeio até Fazenda Nova e assistir ao espetáculo da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, no município de Brejo da Madre de Deus (não incluído na diária).

Além do pacote de Páscoa, os hóspedes poderão desfrutar das atividades habituais dos resorts, como aulas de dança e  fitness, atividades nas piscinas e quadras de areia, jogos de vôlei, futebol, hidroginástica e shows. 


RESORTS ENOTEL - Localizado à beira-mar da praia de Porto de Galinhas, litoral sul de Pernambuco, os resorts estão situados a 40 minutos de distância do Recife e a 2,5 km da Vila de Porto de Galinhas e são ideais para descanso em família ou para negócios. No total, o complexo dispõe de 715 acomodações, integrados em uma ampla infraestrutura. Em 2016, ao completar dez anos, os apartamentos e a área de lazer do Enotel Convention & Spa foram totalmente reformados. As novas instalações proporcionam mais conforto e garantem modernidade ao ambiente. 

Alessandra Raposo

Caçadores matam onça, debocham do animal e vídeo causa revolta


Crime aconteceu no último fim de semana em uma fazenda particular.
Polícia investiga e diz que caçadores poderão ser presos.

Dois caçadores ilegais mataram uma onça pintada, no último fim de semana, dentro de uma fazenda particular no bairro Iporanga, em Juquiá, no interior de São Paulo.

Em um vídeo obtido pelo G1, os homens aparecem comemorando e debochando do fato de terem atirado no rosto e no pescoço do animal. A história revoltou moradores e a polícia investiga o caso.


O vídeo foi gravado pelos próprios caçadores, que enviaram as imagens por meio de grupos de WhatsApp. Um dos caçadores conta em detalhes o motivo de ter executado o animal. "Ela largou dos cachorros e estava investindo em nós. Dei um tiro de 12 na cabeça e o Jorge atirou no pescoço. Os dois tiros falaram juntos", relata o caçador.

Crime ambiental aconteceu no último fim de
semana em Juquiá, SP (Foto: Reprodução/G1)

Em determinado momento do vídeo, o caçador começa a brincar com o animal, mostrando os dentes e as patas da onça, se gabando do abate e ressaltando o tamanho do animal. "Vocês dizem que por aqui não tem onça grande. Olha o tamanho da mão desta onça. Olha o tamanho da presa desse diabo [sic]", completa.

O crime ocorreu dentro de uma reserva particular. A pequena cidade de Juquiá, no interior do Estado, tem pouco mais de 20 mil habitantes. Grande parte do seu território é considerado área de proteção ambiental, onde vivem muitos animais, alguns deles ameaçados de extinção e protegidos por lei.

A Polícia Ambiental disse ao G1 que o crime cometido pelos caçadores pode ser enquadrado no artigo 29 da lei 9605/1998, que protege animais de caça e perseguição em seu habitat natural. Os caçadores deverão ser ouvidos e, se condenados, podem pegar até um ano de detenção. A Polícia Civil também está investigando o caso. Até o momento, nenhum dos suspeitos foi identificado ou preso.

Caçadores mostraram os dentes da onça (Foto: Reprodução/G1)

O Grito do Bicho

Mudança inédita na inscrição para o Programa de Regionalização do Turismo dos municípios

Resultado de imagem para programa de regionalização do turismo

Depois de conversas com Ministério do Turismo, Secretaria de Turismo do Estado comemora: agora a atualização do Mapa do Turismo será durante o primeiro ano de exercício dos mandatos de prefeito e de governador

Recife, 17 de março de 2017 – Os municípios pernambucanos com vocação para o turismo vão ganhar uma nova chance para entrar no Mapa do Turismo Brasileiro. Depois de um trabalho árduo com o Ministério do Turismo, o secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras, junto com secretários de outros estados, anuncia que conseguiu modificar o prazo da inscrição do Programa de Regionalização do Turismo para que os municípios que ainda não participam do Mapa do Turismo possam enviar suas documentações. Segundo a portaria da MTUR 268 de 28/12/16, a partir de agora a atualização do Mapa do Turismo será bienal: durante o primeiro ano de exercício dos mandatos de prefeito e de governador. A próxima reabertura será em junho deste ano.
Para se inscrever serão necessários alguns pré-requisitos dos municípios, como possuir oferta turística; possuir características similares e/ou complementares e aspectos que os identifiquem enquanto região, ou seja, que tenham uma identidade histórica, cultural, econômica e/ou geográfica em comum; ser limítrofes e/ou distribuídos de forma contígua; possuir órgão responsável pela pasta de turismo (Secretaria, Fundação, Coordenadoria, Departamento, Diretoria, Setor, dentre outros); aderir de forma voluntária à região turística e ao Programa de Regionalização do Turismo.
“A participação no Programa de Regionalização do Turismo oferece oportunidade para os municípios elevarem suas potencialidades turísticas ao nível do turismo nacional. A inserção garante também recursos para que a atividade turística movimente a economia das regiões e consequentemente aqueça todo o Estado. Vale lembrar que a verba do Ministério do Turismo só será repassada para quem fizer parte do Mapa do Turismo e para isso será necessária essa inscrição para que os municípios sejam aprovados”, explica o secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras.
Em 2015, a Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco e o Ministério do Turismo iniciaram o recadastramento de todos os municípios pernambucanos que possuem algum tipo de estrutura turística e onde a atividade voltada para o turismo é mais consolidada. O objetivo foi formar o Mapa do Turismo Brasileiro. Todos os municípios tiveram a oportunidade de se inscrever para participar do mapa. Dos inscritos, o Ministério do Turismo considerou 57 cidades, que estão divididas em 14 regiões. Da nova configuração, surgiram duas novas regiões: Encantos do Agreste Teares e Bordados.
Confira atualmente as regiões em Pernambuco do Mapa do Turismo:

•        ÁGUAS DA MATA SUL: Palmares, Quipapá e São Benedito do Sul;
•        ÁGUAS E VINHOS DO VALE DO SÃO FRANCISCO: Orocó, Lagoa Grande, Petrolina, Santa Maria da Boa Vista;
•        CANGAÇO E LAMPIÃO: Santa Cruz da Baixa Verde, São José do Belmonte, Serra Talhada e Triunfo;
•        COSTA NÁUTICA COROA DO AVIÃO: Goiana, Igarassu, Ilha de Itamaracá, Paulista;
•        ENCOSTAS DA CHAPADA DO ARARIPE: Araripina, Bodocó e Exú;
•        ENGENHOS E MARACATUS: Lagoa do Carro, Nazaré da Mata, Paudalho, São Lourenço da Mata e Itambé;
•        FÉ E ARTE: Belo Jardim, Arcoverde, Bom Conselho, Sanharó, Garanhuns, Ibimirim, Pesqueira, Poção e Saloá;
•        HISTÓRIA E MAR: Cabo de Santo Agostinho, Fernando de Noronha, Jaboatão dos Guararapes, Recife e Olinda;
•        HISTÓRICA, DOS ARRECIFES E MANGUEZAIS: Tamandaré, Rio Formoso e Sirinhaém;
•        ILHAS E LAGOS DO SÃO FRANCISCO: Belém do São Francisco e Petrolândia;
•        MODA E ECOTURISMO: Santa Cruz do Capibaribe e Taquaritinga do Norte;
•        SERRAS E ARTES DE PERNAMBUCO: Bezerros, Bonito, Brejo da Madre de Deus, Caruaru, Gravatá e Vitória de Santo Antão;
•        ENCANTOS DO AGRESTE: Agrestina, Cupira, Lagoa dos Gatos e Panelas;
•        TEARES, BORDADOS E RAÍZES MUSICAIS: Timbaúba, Bom Jardim, Limoeiro e Passira;

ENCONTRO MUNICIPAL – Para oficializar as mudanças na inscrição do Programa de Regionalização para os gestores municipais e repassar as novidades sobre a pasta, o secretário Felipe Carreras reúne na próxima semana secretários de turismo e prefeitos do Estado. O encontro será realizado na quinta-feira (23), às 8h, no Centro de Convenções de Pernambuco. Na pauta, informações sobre como funciona a estrutura funcional da Seturel, do Prodetur, da Empetur, da Política de Fomento ao Turismo, além de passar detalhes sobre a Promoção do destino Pernambuco, da Comunicação aplicada ao Turismo e da Gestão Municipal ao Turismo. “Um diferencial desse encontro será a Bancada de Informações, onde os prefeitos e secretários terão a oportunidades de uma conversa pessoal com nossos atendentes para tirar dúvidas e pegar informações”, explica Carreras. Os gestores interessados em participar do evento devem se inscrever informando nomes e cargos através do endereço conselho@setur.pe.gov.br.

SERVIÇO
ENCONTRO MUNICIPAL DE TURISMO
DATA: 23 de março de 2017
HORÁRIO: 8h às 16h30
LOCAL: Centro de Convenções de Pernambuco (Teatro Brum)
CONTATO: Margarete Alves – (81) 3182-8311

SECRETARIA DE TURISMO, ESPORTES E LAZER DE PERNAMBUCO 

quinta-feira, 16 de março de 2017

Secretária de Saúde de Carpina presta contas a população nesta sexta feira.

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, close-up



Acontecerá amanhã (17), na Casa Dr. Murilo Silva em Carpina, as 9:00h, uma prestação de contas feita pela secretária de saúde, Jacilene Silva, á população carpinense de como encontrou a situação da saúde ao assumir a pasta. A secretária pretende também tirar dúvidas da população sobre sua gestão.

A prestação de contas será aberta ao público e estão convidados a população, vereadores, presidentes de associações e sindicatos.

Assembleia Legislativa concede Medalha de Ouro Joaquim Nabuco à Paixão de Cristo de Nova Jerusalém




A Assembleia Legislativa de Pernambuco concedeu à Sociedade Teatral de Fazenda Nova, que comemora este ano 50 anos da Paixão de Cristo de Nova Jerusalém, a Medalha Joaquim Nabuco, Classe Ouro, que é a mais alta honraria do legislativo do Estado. O projeto de concessão da medalha foi do deputado Diogo Moraes. Além disso, atendendo proposta da deputada Laura Gomes, subscrita pelos deputados Diogo Moraes e Tony Gel, a Casa do Povo também homenageará os organizadores do espetáculo em inédita sessão solene que será realizada na cidade-teatro de Nova Jerusalém, em Brejo da Madre de Deus, no próximo dia seis de abril.
O texto da proposta aprovada por unanimidade ressalta a importância do espetáculo para a cultura e a economia da região, além da projeção artística do evento teatral que conta a história do personagem de maior destaque na história da humanidade e que é considerado atualmente uma das principais atrações turísticas do calendário cultural brasileiro. Realizado no maior teatro ao ar livre do mundo, a peça conta a história dos últimos dias de Jesus com a participação de 50 atores e 400 figurantes em nove palcos-plateia, que são réplicas de prédios e lugarejos da Jerusalém de 2 mil anos atrás.
A presença da Assembleia Legislativa em Nova Jerusalém, em rara sessão especial solene, celebra também o pioneirismo de Plínio Pacheco, idealizador e construtor da Nova Jerusalém. O empreendedorismo do patriarca da família Pacheco deu dimensão internacional a peça de teatro amador que era apresentada pelas ruas de Fazenda Nova por iniciativa do político e empresário Epaminondas Mendonça, que, em 1951, reuniu a família e amigos para realizar a encenação na vila como forma de movimentar o comércio e o turismo no local.
Em 1968, o espetáculo passou a ser encenado na cidade-teatro de Nove Jerusalém e hoje está profissionalizado, inclusive com a presença de nomes destacados da TV Globo ocupando os principais papéis e contando com forte divulgação em mídia nacional, além de um crescente investimento em tecnologia de ponta em equipamentos de som e iluminação, além da produção de ricas peças de figurino e efeitos especiais. A proposta da deputada estadual Laura Gomes também faz jus ao trabalho de Robinson Pacheco, filho de Plínio e atual presidente da Sociedade Teatral de Fazenda Nova, responsável pela continuação de uma obra artístico-cultural com meio século de presença exitosa no cenário artístico do Ocidente.

Aprovado parecer de Armando que doa às polícias 70% das armas apreendidas



 
A Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE) aprovou, nesta quinta-feira (16), parecer do senador Armando Monteiro (PTB) a projeto de lei que determina a doação, às polícias militares e civis, de 70% das armas apreendidas em poder da Justiça. “A iniciativa é conveniente e oportuna para combater a crescente e bem armada criminalidade”, assinala o parecer do senador pernambucano, que segue agora ao exame da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).
 
O projeto de lei PLS 285/2016, de autoria do senador Wilder Morais (DEM-GO), altera o Estatuto do Desarmamento, de 2003, cuja regulamentação determinava a destruição das armas apreendidas e proibia a doação delas, com a única exceção para museus, assim mesmo somente quando consideradas históricas ou obsoletas. “O projeto é conveniente e oportuno, porque é um desperdício destruir armas apreendidas, se podem ser aproveitadas pelos órgãos de segurança pública, tão carentes de armamento”, enfatiza Armando Monteiro no parecer.
 
Seu relatório ao PLS 285/2016 estabelece que o juiz tem 48 horas para doar ao Exército, e este às PMs e polícias civis, as armas de fogo apreendidas que não mais interessarem à ação penal em que estão envolvidas. As armas têm de passar por laudo pericial que ateste estarem aptas a dispararem com segurança, possuírem numeração original e se encontrarem em condições de serem doadas. O Exército pode ficar com 30% delas e os restantes 70% serão entregues às PMs e polícias civis dos estados onde ocorreu a apreensão.
 
O parecer do senador petebista foi elogiado na sessão da CRE, sob a presidência do senador Fernando Collor (PTC-AL), pelos senadores Hélio José (PMDB-DF), Gleisi Hoffmann(PT-PR), Ronaldo Caiado (DEM-GO) e Cristóvão Buarque (PPS-DF). “A doação torna-se ainda mais necessária diante do poderio dos armamentos do narcotráfico e dos assaltantes de caixas de bancos”, salientou Caiado.

Marcada audiência pública para apurar possível compra de votos por Botafogo e Marcelo Pascoal nas eleições 2016



Está marcada audiência pública do processo do recurso impetrado pelo dr. Joaquim Lapa que apura uma possível compra de voto por seus adversários Manuel Botafogo e Marcelo Pascoal que ganharam  as eleições 2016 em Carpina. A audiência acontecerá na Avenida Getúlio Vargas no Fórum da Justiça Eleitoral as 10:00h.

Audiência: 12 de abril de 2017
Processo: 000673-91.2016.6.17.0020
AIJE
Demandante: Joaquim Pinto Lapa Filho
Demandados: Manuel Severino da Silva e Marcelo Pascoal

Audiência pública sobre concurso público de Carpina aconteceu nesta quarta na Câmara.

Resultado de imagem para audiência pública



Aconteceu na noite desta quarta-feira (15), na câmara de vereadores em Carpina, uma audiência pública onde a pauta foi o concurso público realizado no final da gestão Carlinhos do Moinho. Bom que se discuta, os concursados e aprovados merecem uma resposta e o fim desse empasse.

quarta-feira, 15 de março de 2017

Corpo de Bombeiros em Carpina-Visita do Comandante ao lado do prefeito ao local onde será a unidade.


Aqui um registro da visita de integrantes de Corpo de Bombeiros do estado de Pernambuco a Carpina que aconteceu no dia de hoje (15),que juntamente com o prefeito Manuel Botafogo e a Secretaria de Ação Social Marta Guerra, visitaram o futuro local onde será instalada a unidade do Corpo de Bombeiros.

Embora muita gente tenha esquecido, Marta Guerra foi a primeira a buscar este projeto para Carpina, ainda como vereadora na gestão passada do atual prefeito, depois, novamente na gestão Carlinhos do Moinho, sem êxito. Conversamos brevemente com a secretaria na noite de hoje e a satisfação é imensa.

O responsável pela construtora que irá realizar a obra, será o próprio Corpo de Bombeiros que tem todo o projeto pronto em mãos.

Uma conquista sem dúvida para a região, principalmente para a cidade planalto.

Blairo atende Armando e bancada do Nordeste e proporá taxa de 20% na importação de etanol

Foto: Ana Luisa Souza/Divulgação

 
O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, concordou em propor à Camex (Câmara de Comércio Exterior) uma sobretaxa de 20% na importação de etanol.  A proposta foi feita por sindicatos da indústria sucroalcooleira e pelas bancadas do Nordeste no Senado e na Câmara dos Deputados, em audiência, nesta quarta-feira (15), no seu gabinete, da qual participou o senador Armando Monteiro (PTB). “Não está havendo vendas de etanol do Nordeste às distribuidoras”, informou Armando ao ministro.
 
Em carta entregue a Blairo, os sindicatos da indústria sucroalcooleira do Nordeste, Paraná, Goiás, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul apontaram “a ausência de regulações adequadas em situações concorrenciais especulativas” como causa do expressivo aumento das importações de etanol de milho dos Estados Unidos.
 
“Essas importações, realizadas por agentes comerciais do Centro-Sul, são nacionalizadas e comercializadas de forma contínua no Nordeste, em épocas, inclusive, nas quais a produção doméstica é suficiente para o pleno abastecimento regional”, assinala o documento. O presidente do Sindicato da Indústria do Açúcar e Álcool de Alagoas, Pedro Robério Nogueira, comunicou ao ministro da Agricultura que desde janeiro as usinas alagoanas não conseguiram vender um litro sequer de etanol à BR Distribuidora, a maior do país, subsidiária da Petrobras.
 
De acordo com Pedro Robério, as distribuidoras importaram dos Estados Unidos, somente nos primeiros dois meses do ano, cerca de 600 milhões de litros de etanol, o que representa, segundo ele, quase 38% de toda a produção anual nordestina, que é de cerca de 1,6 bilhão de litros. Os sindicatos afirmam, na carta ao ministro da Agricultura, estar havendo “um movimento especulativo de oportunismo comercial e inibidor do estímulo à produção doméstica”. Asseguram que sua proposta de sobretaxar a importação não é xenófoba e nem visa criar reserva de mercado.


Protetores querem saber da prefeitura de Carpina- Qual foi o destino dos gatos?

Resultado de imagem para abandonar animais é crime federal lei 9605 98 denuncie


Um mistério a ser desvendado pela secretaria do meio ambiente de Carpina vem revoltando com toda razão os protetores do animais e aqueles que ao menos tem consciência ambiental em Carpina. Como se sabe no Parque de Eventos da cidade havia um número elevado de gatos. Cerca de trinta, de fato é de se admitir que uma medida deveria ser tomada. Da maneira correta. Maltratar animais é crime. A integridade da "VIDA" deveria ser mantida e respeitada.

Os gatos eram alimentados diariamente pelos protetores que foram informados no momento do recolhimento, que os animais seriam levados para o GADAC (Grupo Amigo Dos Defensores dos Animais em Carpina), só que lá só chegaram dezesseis segundo a direção do abrigo que também cobra uma resposta do vice-prefeito Marcelo Pascoal que estava a frente da ação segundo informações dos envolvidos no caso. "Ele vai ter que dizer que destino tiveram os gatos" - disse um dos protetores.

O fato é que abandonar animais a própria sorte é crime, admitindo a pior possíbilidade, matá-los, principlamente levando-se em conta que eles tinham quem os acolhesse, também é crime. CRIME CONTRA A VIDA, CRIME AMBIENTAL! São vários questionamentos que nos fazemos devido ao silêncio da prefeitura em relação a este caso. Sabemos que para deixar os animais no GADAC logicamente a prefeitura teria que arcar com ajuda de custo com os animais. Será que a prefeitura mandou apenas 6 filhotes, para maquiar o caso, e deu fim ao restante, independente do qual tenha sido esse fim, para se livrar da responsabilidade?

Queremos a resposta!!! Isso não está cheirando bem.

Lamento pelo caso não ter a repercussão que devia por parte dos que deviam repercutir, isso só nos mostra o quanto estamos longe de sermos uma sociedade evoluída!

E os vereadores = função fiscalizar! Vão continuar indiferentes ao caso?????

Lembrando que se a prefeitura de Carpina não é sensível ao caso, não faz parte da solução, ela faz parte do problema!

Danielle Nurse

Conquista- Corpo de Bombeiros já tem local da sede definido em Carpina.




Já é certa a instalação de uma unidade do Corpo de Bombeiros em Carpina. O local foi definido nesta quarta-feira (15), pela prefeitura em comunhão com o comandante-geral do Corpo de Bombeiros de Pernambuco, Cel. Manuel Francisco Cunha Filho. Onde era o antigo matadouro. A comunidade das casas populares que fica nas proximidades não precisa se preocupar, não haverá nenhum infortuno para ela.

No segundo semestre está previsto o início da obra que se tudo der certo será entregue em 180 dias.

Polêmica -Projeto de Escola sem Partido é alvo de crítica. Qual sua opinião?

Resultado de imagem para escola sem partido
Imagem: Portal Vermelho

O deputado Danilo Cabral do PSB intitulou o projeto Lei da Mordaça

Na data em que em que se comemora o Dia da Escola, o deputado federal Danilo Cabral (PSB-PE) criticou, nesta quarta-feira (15), a criação da chamada Escola sem Partido. Para o socialista, o projeto traz graves consequências para a formação crítica e cidadã dos estudantes brasileiros, impactando diretamente na “construção de uma Nação livre e democrática”. A proposição, analisada por uma comissão especial na Câmara dos Deputados, estabelece que a educação atenderá aos princípios da neutralidade política, ideológica e religiosa do Estado, que o professor será proibido de expressar qualquer opinião política ou ideológica passível de fiscalização e até punição.

“Chamo esse projeto de ‘Lei da Mordaça’, a ideia de calar qualquer tipo de opinião em sala de aula, de impedir que se discutam assuntos políticos ou a participação social esvazia completamente a perspectiva de formação para a cidadania”, discursou Danilo Cabral no Plenário da Casa. O deputado destacou que a dimensão da cidadania está profundamente associada ao pleno gozo da liberdade de pensamento, da expressão política e da participação social. “Todo o conhecimento carrega uma ideologia, expõe um ponto de vista, uma forma de enxergar o mundo. Não existe conhecimento neutro”, afirmou.

Segundo Danilo Cabral, a proposta de se educar a partir de um conhecimento é completamente superada no meio acadêmico. “Limitar o conhecimento nas escolas e universidades de um conteúdo educacional oficial e padronizado é típico dos regimes militares”, continuou. Para o deputado, a Escola sem Partido é, na verdade, um movimento ideológico de viés conservador.

“A ação política desse grupo se concentra fundamentalmente na atuação contra ações afirmativas, igualdade de gênero, livre orientação sexual e demais políticas inclusivas. Os que tentam vender a escola como Escola sem Partido, na verdade, pregam a interdição de qualquer pensamento que seja divergente dessa ideologia conservadora. Não podemos permitir que movimentos obscurantistas e autoritários rasguem a nossa Constituição Cidadã”, completou Danilo.

Analisado por uma comissão especial, o projeto de lei 7180/14, de autoria do deputado Erivelton Santana (PEN-BA), altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB – 9.394/96) para obrigar as escolas a respeitar as convicções do aluno, de seus pais ou responsáveis. Segundo o texto, os valores de ordem familiar têm precedência sobre a educação escolar nos aspectos relacionados à educação moral, sexual e religiosa.


Ministro é cobrado por mais debate para Reforma da Previdência.

Fotos: Chico Ferreira

Em reunião da bancada do PSB na Câmara dos Deputados com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, Danilo Cabral cobrou a prorrogação do prazo para a apresentação de emendas parlamentares ao projeto da Reforma da Previdência. “Antes de começar essa reunião, apenas cerca de 70 emendas haviam sido protocoladas. Nós temos que convir, uma pauta como esta, pela complexidade que tem, pela relevância para a sociedade, pelo universo dos 513 parlamentares, esse número é algo insignificante”, ponderou o deputado pernambucano. Ele, por exemplo, protocolou quatro emendas nesta tarde. 


A posição de Danilo Cabral reforçou o pedido da líder do PSB na Casa, deputada Teresa Cristina, que apresentou um requerimento à Presidência da Câmara na semana passada, solicitando a dilatação do prazo. O ministro Meirelles afirmou que levaria a recomendação ao Governo, mas ponderou que o rito de tramitação das matérias é prerrogativa do Poder Legislativo. “Minha posição é de total abertura, discussão, transparência. Ao debater com os representantes da sociedade que estão aqui no Congresso, estou discutindo da forma mais abrangente possível”, declarou. 


Durante a reunião, Meirelles afirmou que as despesas com benefícios previdenciários crescem de forma insustentável  o que, segundo ele, demostra a necessidade de reforma no sistema atual. Ele reiterou que o déficit  da Previdência chega a R$ 180 bilhões - número contestado por diversos setores do País. Os dados apresentados pelo ministro mostram que, sem as modificações propostas pelo Governo Federal, os gastos com a Previdência podem chegar a mais de 17% do Produto Interno Bruto (PIB) em algumas décadas. Atualmente, esse percentual é de 8,1%. 


Os parlamentares presentes demonstraram preocupação com o impacto das alterações previstas na PEC 287/16 na vida dos brasileiros, especialmente dos mais carentes e dos trabalhadores rurais. Também questionaram os investimentos em programas sociais e defenderam que a reforma seja realizada a partir do diálogo. 


Danilo Cabral lembrou que, desde que a proposta chegou ao Congresso Nacional, no fim do ano passado, o PSB expressa seu desejo de que o debate da Reforma da Previdência tenha um amplo debate com a sociedade. “Esse é o tema mais melindroso desta Legislatura, que mexe com a vida de todos e, portanto, nada mais natural que todos tenham oportunidade de falar”, acrescentou o deputado. 





Com informações da Liderança do PSB na Câmara

Armando comemora a Transposição, mas cobra obras complementares


Foto: Ana Luisa Souza/Divulgação

O senador Armando Monteiro (PTB) ocupou, nesta terça-feira (14), a tribuna do plenário do Senado para comemorar o início da Transposição do Rio São Francisco na Paraíba e em Pernambuco. No pronunciamento, o petebista também alertou ser essencial executar obras complementares no entorno do empreendimento. “A conclusão das obras da Transposição é uma redenção para os nordestinos”, enfatizou.
 
Armando assegurou que, junto com os outros dois senadores de Pernambuco e a bancada do estado na Câmara dos Deputados, estará “totalmente comprometido” com a cobrança da liberação dos recursos que tornem possível o término de adutoras, ramais e barragens que darão efetividade à Transposição em Pernambuco.
 
O senador petebista citou, entre as obras complementares essenciais em Pernambuco, a Adutora do Moxotó, com três estações elevatórias; a Adutora do Agreste, que atenderá a mais de dois milhões de habitantes em 68 municípios da região, e o Ramal do Agreste, que irá interligar o Rio Ipojuca à Adutora do Agreste.
 
Armando Monteiro assinalou, no discurso, que sem querer “politizar” o início do funcionamento da Transposição, deve ser atribuído aos ex-presidentes Lula e Dilma Rousseff o mérito da obra. Frisou, contudo, que não pode deixar de se congratular com o presidente Michel Temer, por não haver contingenciado as verbas para o projeto nos últimos dez meses e por ter ampliado em 23% o volume dos repasses para o Eixo Leste, “garantindo a entrega dos trechos dentro do cronograma”. 

José Accioly

Danilo Cabral protocola quatro emendas para Reforma da Previdência




As emendas do deputado Danilo Cabral (PSB-PE) à Reforma da Previdência foram protocoladas na tarde de ontem (14) na comissão especial que analisa o Projeto de Emenda Constitucional (PEC) 287/16. Foram quatro sugestões de melhoria no texto: manutenção da aposentadoria especial para professores e trabalhadores rurais, proibição do gasto dos recursos previdenciários em outras despesas do Governo e continuidade do vínculo ao salário mínimo do pagamento do Benefício de Prestação Continuada (BPC) para idosos a partir de 65 anos e deficientes físicos.

“Nossa luta é para modificar a proposta do Governo, que penaliza os trabalhadores, e garantir os direitos da população a uma aposentadoria justa”, destacou Danilo Cabral. O deputado reconhece que o sistema previdenciário brasileiro precisa ser revisto, mas defende que as conquistas sociais sejam preservadas. “A conta não pode cair nas costas dos trabalhadores”, ressaltou. As emendas foram protocoladas pouco antes do início da reunião da bancada do PSB na Câmara com o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. 

Danilo Cabral explicou que as regras de aposentadoria dos docentes, na sua avaliação, devem atender as peculiaridades da atividade e as condições de trabalho na educação. Ele lembrou que, no Brasil, ainda existem estrutura precária nas escolas, salas superlotadas, jornada excessiva, trabalho extraclasse. “A atividade de ensino tem características próprias, geradoras de estresse e de alterações de comportamento de quem atua na área. Para condições distintas de trabalho, devemos ter condições diferentes de acesso à aposentadoria”, afirma. 

A preservação dos direitos dos trabalhadores rurais segue a mesma linha de raciocínio. “No caso deles, a aposentadoria tem um caráter distributivo, mas o Governo entende que deve ter algum tipo de arrecadação com essa classe. No entanto, como é possível arrecadar quando, por exemplo, estamos há seis anos passando por uma forte seca e os agricultores não conseguem produzir?”, questiona o parlamentar.

Em relação ao BPC, o Governo Federal propõe que o reajuste deixe de ser atrelado ao reajuste do salário mínimo, além de propor a elevação da idade mínima de acesso ao benefício de 65 para 70 anos. A emenda de Danilo pretende garantir que a lei seja mantida. 

Já sobre os gastos dos recursos previdenciários, Danilo propõe o fim da Desvinculação das Receitas da União (DRU). Anualmente, 30% da arrecadação do orçamento da seguridade social (recursos destinados à Previdência, à saúde e à assistência social) são utilizados para outros fins, como o pagamento da dívida pública. “O que pretendemos é que esses recursos sejam indisponíveis para outros pagamentos que não sejam de benefícios previdenciários”, ressaltou. 


Esta terça-feira foi o último dia para apresentação de emendas à PEC 287/16. No total, até o fim da tarde, foram contabilizadas 75 emendas. Vários partidos, inclusive o PSB, solicitaram ao presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a prorrogação do prazo, mas não foram atendidos. De acordo com a assessoria da Câmara, a maior parte das emendas tenta assegurar direitos previstos na legislação atual.

Os itens que mais aparecem são a idade mínima de 65 anos para aposentadoria de homens e mulheres, aposentadorias especiais, como a de professores e pessoas com deficiência, regras para concessão do Benefício de Prestação Continuada (BPC),  não acúmulo de aposentadorias e alteração na idade mínima para concessão da aposentadoria rural. São necessárias 171 assinaturas de parlamentares para validar as proposições.

Após a apresentação das emendas e da realização de audiências públicas sobre a Reforma da Previdência, previstas para terminar no dia 28 de março, é que o relator Arthur Maia (PPS-BA), finalizará seu parecer, que será analisado pela comissão especial. Segundo Danilo Cabral, a expectativa é que o texto seja votado na primeira quinzena de abril.

Paulo Câmara corta verba de programas sociais, denuncia Silvio

Foto: Arthur Marrocos

O Governo de Pernambuco vem desmontando os principais programas sociais implantados nos últimos dez anos, como mostra levantamento realizado pela Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) com base nos dados do Portal da Transparência do Estado. Ações como o Chapéu de Palha, Mãe Coruja, Atitude, Ganhe o Mundo e Pedala PE vem perdendo recursos gradativamente, sobretudo nos três últimos anos.

O Chapéu de Palha, por exemplo, apresentou uma queda da ordem de 35% nos valores desembolsados no ano passado em relação a 2014. Foram R$ 51,8 milhões efetivamente liquidados no ano passado, ante R$ 81,3 milhões em 2014. “Infelizmente o que observamos é que a queda de investimentos nos últimos anos é uma constante nas principais ações do Estado, apesar de o Governo e seus representantes na Assembleia Legislativa tentarem passar a imagem de que vivemos num estado equilibrado financeiramente”, destacou o deputado Silvio Costa Filho (PRB), na tarde de ontem, terça-feira (14), no plenário da Alepe.

O parlamentar ressalta ainda a queda de R$ 5,8 milhões no programa Atitude, entre 2015 e 2016, e de R$ 18 milhões no Ganhe o Mundo entre 2014 e 2016. “São programas importantes, com foco na assistência à população. Quando corta recursos do Atitude, o Governo está cortando assistência a pessoas viciadas em crack e outras drogas. Quando se corta recursos do Chapéu de Palha, está se cortando assistência aos trabalhadores da cana-de-açúcar, fruticultura e pesca artesanal durante o período da entressafra”, reforçou o parlamentar.

Silvio lembra que entre 2015 e 2016, o Governo Paulo Câmara reduziu 9,8% nos gastos com educação e 3,8% nos gastos com a saúde. “O que está acontecendo com os programas sociais é o mesmo vem acontecendo com a saúde, que no ano passado teve R$ 200 milhões a menos, e na saúde, que também teve o orçamento reduzido em R$ 200 milhões. É o mesmo que aconteceu também com o FEM, que teve apenas 3,5% do FEM de 2015 executados e sequer teve lançadas as edições de 2016 e 2017”, comparou.

Para o deputado, a Secretaria de Habitação, que tem o orçamento todo voltado ao pagamento de pessoal, é um exemplo de despesa que poderiam ser cortada. “O Estado precisa gastar menos com a máquina e mais com as pessoas. Cortar secretarias, cargos comissionados, despesas com consultoria e priorizar os investimentos em saúde, educação, segurança a ações sociais”, defendeu.

Pedro Ivo Bernardes

Assembleia instala Comissão da Previdência Social

Foto: Arthur Marrocos

A Assembleia Legislativa de Pernambuco instalou, na segunda-feira (13), a Comissão Especial da Previdência Social, que terá o deputado Silvio Costa Filho (PRB) como presidente e o deputado Rodrigo Novaes (PSD) como relator. De acordo com o calendário da comissão, a primeira audiência pública será realizada na próxima segunda-feira (20), às 10h, no Palácio Joaquim Nabuco.

“Essa comissão cumprirá o papel de ouvir a sociedade pernambucana no tocante à reforma da previdência e subsidiar a contribuição do legislativo do Estado no debate nacional sobre o tema. Temos a convicção que a reforma da previdência é necessária, mas é preciso ter cautela para que os segurados de hoje não sejam penalizados, tampouco a assistência às gerações futuras”, destacou Silvio.

“Vamos procurar as Câmaras Municipais do Estado, as casas legislativas do Nordeste, a bancada federal de Pernambuco para que possamos ter o debate mais plural possível. Precisamos confrontar os principais argumentos, contrários e a favor, porque as informações que temos hoje são muito desencontradas para um tema que tem tanto impacto sobre a vida dos brasileiros”, reforçou Novaes.

Além de Silvio e Rodrigo, integram a comissão os deputados Edilson Silva (Psol), Isaltino Nascimento (PSB), Lucas Ramos (PSB), Teresa Leitão (PT), Tony Gel (PMDB), Socorro Pimentel (PSL), Aluísio Lessa (PSB) e Ricardo Costa (PMDB). 

Pedro Ivo Bernardes

Ontem- Apesar de pauta extensa, vereadores de Carpina só votam em dois Projetos de Lei.

Image result for camara de vereadores de carpina


A sessão ordinária na Casa dr. Murilo Silva desta terça feira (14), embora todos pensassem que seria longa por ter vinte requerimentos a serem colocados em pauta, terminou muito cedo. Os vereadores num consenso, preferiram adiar para a próxima semana. Motivo: a festa de São José.

Sendo assim, foram colocados em pauta apenas dois projetos de lei, um do vereador Antônio Resende, que foi arquivado, e o outro da vereadora Manu Lapa que foi aprovado em primeira discussão.


PROJETOS QUE ENTRARAM NA PAUTA NA SESSÃO ORDINÁRIA DESTA TERÇA-FEIRA:

LEITURA DO EXPEDIENTE


- PROJETO DE LEI Nº 004/2017, de autoria do VEREADOR ANTÔNIO GABRIEL HONORATO RESENDE, que Institui o uso obrigatório de 1(UM) PAINEL ELETRÔNICO DE LED na Praça Joaquim Nabuco, Centro, Carpina, Estado de Pernambuco, que indique diariamente a receita e a despesa do município de Carpina – PE., na forma que indica, e dá outras providências.

- RECURSO ADMINISTRATIVO à decisão da Comissão de Legislação, Justiça e Redação que exarou parecer preliminar pela inconstitucionalidade e pela rejeição do projeto de lei nº 001/2017, de autoria do Vereador Antônio Gabriel Honorato Resende.


PARA 1ª DISCUSSÃO E VOTAÇÃO

- PROJETO DE LEI Nº 002/2017, de autoria da VEREADORA EMANUELA ROSA ARAÚJO PINTO LAPA, que proíbe a identificação de documentos, veículos e próprios municipais com slogans, cores, logotipos ou símbolos de governo e dá outras providências. (leitura e apreciação das emendas apresentadas e dos respectivos pareceres da Comissão de Legislação, Justiça e Redação)

Mais uma discussão, porém mais branda, foi registrada entre os vereadores Antônio Resende e Diogo Prado.

Sobre uma possível mudança na mesa diretora da câmara, o vereador e atual Presidente da casa, Bila, tranquilo, foi breve: "Vou falar depois, mais pra frente, deixa a carruagem andar."

Ônibus dos universitários em Carpina á todo vapor.


Pois é. Me chamou atenção até porque vi alguém questionando em rede social que os ônibus que haviam sido adquiridos pela gestão estavam escondidos não servindo a população. Estava eu as margens da Avenida Congresso Eucarístico Internacional dia desses quando passa um ônibus sem logomarca da prefeitura, apenas no visor que indica o destino do ônibus, e lá aparecia o nome prefeitura. Olho e vejo figuras conhecidas que usam os ônibus da prefeitura para ir para a faculdade. De repente passa o segundo, terceiro, quarto ônibus, um atrás do outro. Não contabilizei ao certo mas tenho certeza que de seis a sete ônibus, bem conservados, todos os passageiros sentados. Não me lembro de quando tinha visto isso.

A prefeitura de Carpina segundo nos consta adquiriu 12 ônibus mas por incrível que apareça ainda é pouco, o número de usuários só aumenta. Além da triagem para fazer uso do serviço quem de fato não tem condições financeiras de se deslocar, o prefeito Manuel Botafogo já faz planos de adquirir mais coletivos.


segunda-feira, 13 de março de 2017

Mulher ameaça coordenadora de CRAS em Carpina com gilete.

Resultado de imagem para gilete escondida na boca
Foto meramente ilustrativa tirada da internet
O intuito desta denúncia é alertar ao poder público e seus funcionários quanto a segurança e integridade de todos.

Na última semana uma mulher chegou para reivindicar auxílio moradia no CRAS do bairro Santo Antônio com uma gilete na boca a qual ela disse que serviria para cortar o rosto da coordenadora caso o seu benefício não saísse.

É preciso de guarda reforçada não só neste CRAS como em todas as instituições de assistencialismo do município. Melhor que seja tomada a medida antes que um mal aconteça.

E quanto a meliante que ameaçou a integridade da funcionária, é bom ficar de olho nela, e da próxima vez que ela aparecer a polícia seja chamada para caso esteja com a mesma conduta, seja levada a delegacia para prestar esclarecimentos sobre o que faz com uma arma branca escondida na boca. A polícia deve ser alertada.

Antes que alguém se doa com a denúncia quero dizer que isso de forma alguma é culpa do gestor, pois gente ruim e de má índole existe em qualquer gestão. Mas se nenhuma providência for tomada e algo vier acontecer pelo funcionário estar carente de segurança, aí sim a gestão provavelmente será responsabilizada.

Alerta!