quarta-feira, 15 de julho de 2015

“Governo do Estado não dá a devida atenção à Mata Norte”

 Hospital Belarmino Correia GOIANA





Terreno onde deveria ser Escola Técnica Estadual  ALIANÇA

UPA Especialidades inacabada CARPINA
Foto: Danielle Nurse

Na segunda edição do programa Pernambuco de Verdade, realizada nesta terça-feira (14), os deputados da Bancada da Oposição na Assembleia Legislativa constataram a “diferença entre realidade e discurso” do que é apresentado pelo Governo do Estado sobre a Zona da Mata Norte pernambucana.

Durante a manhã e início da tarde, os parlamentares visitaram os municípios de Goiana, Aliança, Carpina e concederam entrevista a uma rádio de Nazaré da Mata, além de conversar com a imprensa, a população e lideranças políticas de todas as localidades. Em Goiana, constataram as precárias condições de atendimento a que são submetidos os pacientes do Hospital Belarmino Correia, que desde 2012 teve as obras de ampliação e modernização anunciadas, mas até hoje não entregues.

No hospital, os deputados se depararam com duas situações: uma ala totalmente nova, mas sem funcionar, ainda com equipamentos intactos, sem uso e na embalagem. Por outro lado, nos antigos corredores do hospital, crianças recebendo soro sentadas em cadeiras de plástico e ambulatórios lotados, com pacientes aguardando consultas em ambientes cheios de infiltrações nas paredes.

“Desde 2012, a população aguarda intervenções, como a separação das emergências adulta e pediátrica e a implantação de uma UTI com 10 novos leitos. Até hoje, nada foi efetivamente realizado”, sublinha o líder da Bancada da Oposição, deputado estadual Silvio Costa Filho. O parlamentar lembra que logo no início do mandato (08 de janeiro), o governador Paulo Câmara (PSB) foi a Goiana e anunciou a retomada das obras com previsão de entrega em 05 meses. O prazo já expirou. “Já a UTI deveria ser entregue em 3 meses após a ida do governador a Goiana, ou seja, em abril passado. Já são quase 100 dias de atraso”, aponta Silvio.

Após passarem por Goiana, os deputados Silvio Costa Filho, Ossesio Silva (PRB), Augusto Cesar (PTB) e Julio Cavalcanti (PTB) foram ao terreno onde já deveria estar funcionando a Escola Técnica Estadual de Aliança. Vale destacar que o centro educacional teve o processo de licitação aberto em julho de 2012. Os investimentos previstos eram de quase R$ 10 milhões. Ao falar sobre a agenda da oposição na Zona da Mata, o deputado Augusto Cesar observou que a oposição quer dar a sua contribuição para que o Governo do Estado possa errar menos. “Estamos mostrando talvez o que o próprio governo tenha dificuldade de admitir ou de detectar”, pontuou.

Já o deputado Ossesio Silva lembrou que o atual governo ainda não encontrou um rumo, fruto de um visível problema de liderança no Poder Executivo. “Em seis meses, já presenciamos o aumento da violência, greve de professores, fortes protestos das polícias civil e militar, problemas sérios na saúde, com falta de remédios e de atendimento até a pacientes em estado terminal, desatenção ao servidor público e obras completamente paradas, como as que detectamos hoje”, enumerou.

Após conceder entrevista à rádio Naza FM, a última parada do grupo de oposição foi na UPA Especialidades de Carpina, onde também foi constatada a paralisação da obra, que já está com quase 01 ano de atraso. Caso estivesse pronta, a UPA estaria realizando 79 mil consultas por ano, e 190 mil exames complementares, beneficiando 253 mil pessoas de toda a região, de acordo com dados divulgados pelo próprio Governo do Estado à época do anúncio do equipamento.

Silvio Costa Filho (PTB) antecipou que a bancada oposicionista continuará a fiscalizar obras estratégicas para a região, que já deveriam ter sido entregues pelo Governo do Estado. “Em agosto, vamos realizar um amplo debate sobre a Parceria Público Privada (PPP) de Itaquitinga. Além disto, ouvimos muitos relatos da população sobre a falência da segurança pública na Mata Norte. Há um preocupante aumento da violência e pouca ação do Governo do Estado. Tem-se pouco efetivo policial e as delegacias fecham durante os finais de semana”, diz.

Ainda segundo Silvio, a chegada da FIAT e de outros empreendimentos para a Mata Norte foi muito importante para o desenvolvimento da região.  “Mas fica claro que o Governo do Estado não está conseguindo buscar um ponto de equilíbrio entre o desenvolvimento econômico e a melhoria da qualidade de vida das pessoas. O governo não dá a devida atenção à Mata Norte”, arremata.

Crédito das fotos: Bancada de Oposição/Alepe

Nenhum comentário:

Postar um comentário