domingo, 28 de abril de 2013

Senador Armando Monteiro: “Temos que mudar o mapa do emprego em Pernambuco”


Em reuniões de trabalho com 21 prefeitos do Agreste, Armando Monteiro defende mais estímulos à interiorização do desenvolvimento

Caetés (PE) – Em dois dias de viagens para reuniões de trabalho em dez municípios do Agreste de Pernambuco, sexta-feira (26) e sábado (27), o senador Armando Monteiro foi enfático na defesa da interiorização do desenvolvimento, na desconcentração da economia do Estado. Para ele, é preciso promover uma nova configuração do emprego entre as regiões pernambucanas. 

“Temos que mudar o mapa do emprego, interiorizar o desenvolvimento, temos que levar a infraestrutura a todas as regiões, qualificar, capacitar as pessoas, os jovens, porque a cidadania nasce no emprego, nasce na ocupação produtiva”, argumentou o senador, durante encontro com lideranças de Caetés e municípios vizinhos, na residência do prefeito Armando Duarte.

Neste giro pelo Agreste, Armando Monteiro reuniu-se com 21 prefeitos e dez ex-prefeitos, além de representantes da região, que se deslocaram para as cidades por onde o senador passou para discutir os problemas de seus municípios. Apenas na sexta-feira à noite, Armando jantou com 14 prefeitos de diversos partidos, associados à Codeam, a comissão de desenvolvimento do Agreste Meridional, em Garanhuns. O senador esteve ainda em Caruaru, Agrestina, Altinho, Brejão, Bom Conselho, Iati, Venturosa e Alagoinha.

Em cada cidade, Armando discutiu problemas de abastecimento de água, de reforma das unidades de saúde, de atendimento às comunidades atingidas pela seca e de endividamento dos agricultores. Discutiu ainda as maneiras de apoiar as prefeituras na oferta de cursos de qualificação profissional e na implantação de distritos industriais que possam atrair investimentos privados e gerar emprego e renda para suas populações.

Desde o início do mandato de senador, há dois anos, Armando Monteiro já esteve em 112 municípios de Pernambuco. Decidido a não se distanciar das comunidades do Estado, tem viajado para discutir com prefeitos e lideranças locais maneiras de ajudá-los no Congresso Nacional e nos diversos órgãos públicos do governo federal, em Brasília.

Nenhum comentário:

Postar um comentário