quinta-feira, 17 de julho de 2014

Medicamento para colesterol vitamina B3 aumenta risco de morte

Um estudo internacional divulgado esta quinta-feira revela que a niacina (vitamina do complexo B usada no tratamento do colesterol) não reduz o risco de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral, aumenta, pelo contrário, o risco de morte.

Por isso, a maioria das pessoas não devia tomar este suplemento amplamente utilizado, também conhecido como vitamina B3, de acordo com um editorial no "New England Journal of Medicine", publicado com os resultados do ensaio clínico realizados.
A niacina ganhou popularidade nos últimos 50 anos e atua essencialmente em levantar os níveis do "bom colesterol" HDL.
No entanto, o estudo de quatro anos, em pessoas com idades entre os 50 e os 80 anos e com colesterol elevado, não encontrou nenhum benefício nas taxas de ataques cardíacos ou acidentes vasculares cerebrais mas aumentou o risco de outras complicações graves, segundo a conclusão do estudo visível na página online do New England Journal of Medicine.
O estudo incluiu 25673 pessoas que já tomavam medicação para reduzir o colesterol.
A alguns foi-lhes prescrito também niacina como fármaco de libertação prolongada, enquanto a outros pacientes foram, aleatoriamente, administrados placebos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário