terça-feira, 30 de junho de 2015

Em Portugal, queimam gato vivo nas Festas de São João - Mourão, Vila Flor






Tradição cruel- A Associação Midas denunciou hoje um caso nojento de umas festas populares que queimam um gato vivo, tudo em nome da tradição, faz lembrar o festival na China em que matam cães.

Um gato que é fechado dentro de uma peça de barro, colocado no cimo de um poste, a imensos metros de altura. O gato vai sendo “assado” vivo e, por fim, cai, com o gato a arder. Com toda a certeza acabará por morrer, após o sofrimento brutal que lhe foi infligido.

Os factos terão ocorrido na noite de S. João, na freguesia de Mourão, Vila Flor sob o nome FESTAS DE SÃO JOÃO NO MOURÃO 2015. “A Queima do gato é uma festa tradicional portuguesa que tem lugar no Mourão (Vila Flor) durante a época das festas de São João”, diz a associação na sua página de Facebook. Esta tradição supostamente tinha sido abolida em 2008, mas pela calada afinal continuam com esta barbárie.

“Por favor, DENUNCIEM JÁ ESTE CRIME DE MAUS-TRATOS A ANIMAIS para o Tribunal Judicial da Comarca de Vila Flor, SERVIÇOS DO MINISTÉRIO PÚBLICO e à GNR de Vila Flor:
Enviar para: vilaflor.tc@tribunais.org.pt; ct.bgc.dmdl.pvlf@gnr.pt
Com o conhecimento destes:
CC: co.dsepna@gnr.pt; ct.dvrl.npa@gnr.pt; dirgeral@dgav.pt; alfredosobral@dgav.pt; mtmonteiro@dgav.pt; geral@cm-vilaflor.pt”, apela a Associação Midas

Fontes:

Resposta da polícia local:
Informação sobre “a queima do gato” em Mourão - Vila Flor Caros seguidores, Foi recentemente publicado um vídeo de um gato a arder na localidade de Mourão - Vila Flor. Sobre este acontecimento, informamos que já foi aberto um inquérito judicial, tendo o Tribunal de Vila Flor delegado a investigação na GNR, pelo que estamos neste momento a realizar diligências no sentido de identificar o(s) autor(es) desta situação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário