segunda-feira, 15 de julho de 2013

Sudam, Marinha e mais seis órgãos abrem inscrições para mais de 445 vagas


Nesta segunda-feira (15), mais de 445 vagas em concursos abrem inscrições para níveis médio e superior. As oportunidades são para a Marinha do Brasil, o Exército, a Superintendência de Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) e a Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais (Planserv). Os salários podem chegar a R$ 8 mil. Confira a seguir as definições de cada seleção.

Sudam

Organizada pelo Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades), a seleção prevê salários que variam de R$ 2.570,025 a R$ 5.081,18. Há chances para agente administrativo, analista técnico administrativo (geral e tecnologia da informação), biólogo, contador, economista, engenheiro (civil, de pesca, de produção, elétrico, mecânico e agrônomo), estatístico, geógrafo, químico e zootecnista.

Interessados podem se inscrever até 13 de agosto, pelo site www.iades.com.br. A taxa de participação varia de R$ 46 a R$ 65. Todos os inscritos passarão por provas objetivas; graduados também serão submetidos a prova discursiva. Todas as etapas serão aplicadas em 22 de setembro apenas em Belém, capital do Pará. Os aprovados serão regidos pela Lei 8.112/90, que trata do Regime Jurídico Único dos Servidores Públicos Civis da União, das Autarquias e das Fundações Públicas Federais.

Marinha

São 63 oportunidades para professores do magistério superior, sendo duas para deficientes, com salários que podem chegar a R$ 8 mil. Para concorrer é preciso ter nível superior na área de atuação desejada do certame. Para o cargo, a remuneração terá variação de acordo com a titulação apresentada pelo docente - R$ 3.867,03 para a classe auxiliar (graduação), R$ 4.090,65 para auxiliar com especialização (graduação com especialização), R$ 5.466,55 para assistente (mestrado) e de R$ 8.049,77 para adjunto (doutorado).

Os contratados serão destinados a atuar nas Organizações Militares do Rio de Janeiro (RJ) - Centro de Instrução Almirante Graça Aranha (Ciaga), Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW), Diretoria de Hidrografia e Navegação (DHN), Escola Naval (EN) e de Belém.

As áreas disponíveis no Rio de Janeiro são oceanografia, cartografia, tecnologia da informação, eletrônica, telecomunicações, física, eletrônica, mecânica, matemática, automação e controle de sistema mecânico, eletrônico e de armas, letras - português e inglês, economia, administração, psicologia, navegação, manuseio e estivagem de carga, controle da operação de navio, primeiros socorros, máquinas marítimas, sistemas elétricos, eletrônicos de controle, fabricação mecânica e tecnologia de soldagem, relações interpessoais, legislação e direito marítimo.

Já para quem escolher trabalhar em Belém, as oportunidades são para as áreas de navegação, manuseio e estivagem de carga, controle da operação de navio, primeiros socorros, máquinas marítimas, sistemas elétricos, eletrônicos e de controle, relações interpessoais, legislação, direito marítimo, fabricação mecânica e tecnologia de soldagem. Interessados podem se inscrever até as 23h59 de 12 de agosto, pelos sites www.ensino.mar.mil.br ou www.ingressonamarinha.mar.mil.br. A taxa de participação custa R$ 90.

De acordo com o cronograma do concurso, os candidatos serão avaliados por meio de prova escrita, composta de questões de conhecimentos específicos, e por redação dissertativa, de caráter eliminatório e classificatório. Além disso, haverá prova de títulos, que terá caráter apenas classificatório. Todas as provas serão realizadas nas cidades do Rio de Janeiro e Belém. As datas ainda não foram divulgadas.

Marinha


Divulgado no Diário Oficial da União, o novo concurso oferta 235 vagas para ingresso no Colégio Naval. Para concorrer é necessário ter entre 15 e 18 anos de idade até o mês de janeiro de 2014, além de ter concluído ou estar para concluir o 9º ano do ensino fundamental. Interessados devem se inscrever entre até 16 de agosto, pelos sites www.ensino.mar.mil.br ou www.ingressonamarinha.mar.mil.br. A taxa custa R$ 20.

Além do Distrito Federal, haverá provas nos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Ceará, Pará, Maranhão, Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Amazonas. As datas dos exames ainda não foram definidas, mas haverá questões sobre matemática, estudos sociais, ciências e português, além de redação.

O concurso ainda será composto por inspeção de saúde, teste de aptidão física e avaliação psicológica. Os aprovados vão estudar no Centro de Instrução Almirante Graça Aranha, am Angra dos Reis/RJ. Com duração de três anos letivos correspondentes ao ensino médio e ao ensino militar-naval, o curso tem início em fevereiro de 2014.

Exército

Por meio do Instituto Militar de Engenharia (IME), o novo concurso público oferta 97 vagas para admissão ao curso de formação e graduação de oficiais da ativa (65 chances) e da reserva (32 chances) do quadro de engenheiros militares. Para participar, é preciso ter no mínimo 16 e no máximo 22 anos de idade completados no período de 1º de janeiro a 31 de dezembro do ano do concurso, além de ter concluído ou estar cursando a última série do ensino médio.

As inscrições podem ser feitas por candidatos de ambos os sexos, até 2 de setembro, pelo site www.ime.eb.br. A taxa de participação custa R$ 95. Os candidatos serão submetidos a exame intelectual (com questões de matemática, física, química português e inglês), inspeção de saúde e exame de aptidão física. As datas não foram divulgadas no edital publicado no Diário Oficial da União da última quinta-feira (11). A matrícula no curso está prevista para acontecer em fevereiro de 2014.

De acordo com o IME, duração de cinco anos letivos, destinado aos brasileiros que tenham concluído, com aproveitamento, o ensino médio, tem como objetivo a formação do oficial e a graduação do engenheiro militar para o exercício dos cargos privativos da Engenharia Militar de oficial subalterno e oficial intermediário.

O instituto ainda explica que o Curso de Formação e Graduação de Oficiais da Ativa do Quadro de Engenheiros Militares é destinado aos candidatos que desejam seguir a carreira militar, e o Curso de Formação e Graduação de Oficiais da Reserva de 2ª Classe do Quadro de Engenheiros Militares é para candidatos que não desejam seguir a carreira militar. Alunos da ativa recebem benefícios como alimentação, assistência médica e odontológica, alojamento e ajuda de custo mensal.

As especialidades oferecidas são: engenharia civil, eletrônica, comunicações, elétrica, mecânica e de armamento, mecânica e de automóveis, materiais, química, cartográfica e computação.

Planserv

No total, são 50 vagas para candidatos com nível médio ou superior com remunerações que variam de R$ 1.07,75 a R$ 2.326,77. O processo é válido por um ano e prorrogável por igual período. As vagas são para o cargo de assistentes de atividades administrativas e para técnicos de nível superior. A única etapa de seleção será a análise curricular, prevista para os dias 22 e 23 de julho. Do total de vagas, cinco por cento serão reservados a pessoas com necessidades especiais. O contrato dos aprovados será de 24 meses, com possibilidade de prorrogação. Para participar, deve-se acessar o site da Planserv, até 19 de julho e se inscrever. Não consta no edital do certame se há taxa de inscrição.



CorreioWeb

Nenhum comentário:

Postar um comentário