sábado, 13 de julho de 2013

Donos de casas de prostituição são presos por rufianismo e tráfico de pessoas


Quatro estabelecimentos que funcionavam como casas de prostituição foram alvo de operação em Carpina. Nesses locais, três proprietários foram presos e autuados em flagrante por rufianismo (prática de prostituição) e tráfico interno de pessoas, durante operação deflagrada pelas polícias Civil e Militar, na noite da última sexta-feira (12).

Além dos donos dos estabelecimentos, 45 mulheres que se prostituiam foram detidas para averiguação e depoimentos. Uma delas é adolescente e estava consumindo bebida alcoólica no momento da abordagem.

Os suspeitos foram identificados como Kelinton José de Oliveira, 26 anos, André Gpmes da Silva, 36, e José Costa Oliveira, 63. Eles foram encaminhados para a Cadeia Pública de Lagoa do Carro.

Foram fechados o “Planalto Bar” e a “Casa da Dinda”, ambos no bairro da Senzala, e “Pousada Bar” e o “Bar da Cigana”, no Bairro Novo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário