sexta-feira, 26 de julho de 2013

Carpina realizou esta semana a 1ª Conferência de Sustentabilidade e Meio Ambiente



Prefeito de Lagoa do Itaenga, Lamartine Mendes






Prefeitos, secretários municipais, presidentes de conselhos e a sociedade civil em geral, estiveram participando da 1ª Conferência Regional do Meio Ambiente e Sustentabilidade realizada pelo Consórcio dos Municípios da Mata Norte e Agreste Setentrional (COMANAS), que aconteceu na última terça e quarta-feira, no Cetreino em Carpina. O promotor e coordenador do CAOP - Meio Ambiente do Ministério Público, André Felipe Menezes, o presidente da AMUPE, José Patriota, e o ex-secretário do meio ambiente do Recife, Roberto Arrais.

O presidente do Comanas, Belarmino Vasquez, realizou a abertura e deu as boas-vindas aos participantes. Ele destacou ainda a importância do evento. " A conferência é um marco para os municípios da Mata Norte e Agreste Setentrional...Aqui estaremos cuidando do lugar onde nossos filhos e netos vão viver."- disse Vasquez.

O coordenador do CAOP - Meio Ambiente MPPE, André Felipe, disse que o Ministério Público é um aliado dos prefeitos para que os municípios estejam enquadrados na Lei nº 12.305.

Na quarta-feira, houveram discussões sobre a produção e consumo sustentável; redução de impactos ambientais; geração de emprego e renda; e educação ambiental.

Eu Dani Nurse, particularmente achei a Conferência de extrema importância, muito interessante não só para nós profissionais da educação pelas matérias que conseguimos, mas também para nosso perfil de cidadão consciente. As vezes o esclarecimento do tão quão é fácil colaborar com o meio ambiente e as consequências que o consumo irresponsável nos traz, é um grande impulso para que tomemos a iniciativa do consumo consciente e sustentabilidade.

Dou destaque para a palestra da funcionária do grupo ASA ( ASA Indústria e Comércio LTDA ), Erica Medeiros,  que falou sobre consumo responsável, coleta seletiva entre outros.

Entre outras coisas Erica falou a respeito do descarte de óleo de cozinha, a palestrante falou das sérias consequências do descarte inadequado como por exemplo jogar na pia, onde a primeira consequência é nas tubulações da casa do consumidor , posteriormente nas canaletas e esgotos públicos que entopem, causando enchentes, conscientizando a platéia que não só os governantes tem responsabilidade em relação a isso. É uma ação coletiva.

Curiosidades

  • Você sabia que acumulado nas canaletas o óleo de cozinha pode se transformar em uma verdadeira pedra de concreto e que as vezes é necessário o uso de britadeira para desentupir?
  • E ainda, que apenas 1 litro de óleo contamina nada mais, nada a menos do que 20.000 l de água?
Pense nisso!

Nenhum comentário:

Postar um comentário