quarta-feira, 10 de julho de 2013

Pobres gastam 5,8% da renda com remédios

 


O gasto com remédios caiu entre os mais pobres, mas eles continuam comprometendo uma parcela maior da renda com medicamentos do que os mais ricos. As famílias carentes usavam 5,8% da renda com remédios entre 2008 e 2009, enquanto os 10% mais ricos do país só gastavam 1,6%. A informação é de uma pesquisa do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) feita com base em dados do IBGE. A diferença entre ricos e pobres já foi maior. Entre 2002 e 2003, o comprometimento da renda com remédios dos10% mais pobres era de 7,4%, enquanto os mais endinheirados gastavam 1,4% da renda. O estudo revela que a compra de medicamentos correspondia a 73% dos gastos com saúde a saúde dos mais pobres no início da década passada, valor que caiu para 66% no fim dos anos 2000. Entre as famílias com renda maior, o gasto com remédios subiu de 26% para 29% de todo o montante destinado a saúde.
Fonte: Folha Universal

Nenhum comentário:

Postar um comentário