sexta-feira, 16 de abril de 2010

Bebê siamêsa recifense se recupara gradativamente

É delicado, porém apresenta sinais de evolução o que torna animador o estado de saúde de Luana, bebê siamêsa  que foi separada da irmã no mês passado. As duas eram unidas pela bacia, e compartilhavam fígado, orgão genital e reto que tiveram de ser reconstituídos. A cirurgia como em todos os casos do gênero foi delicada e apresentava grande risco para ambas. Infelizmente a irmã de Luana, Maria Luiza não resistiu e faleceu no último dia 6 de abril após contraír uma infecção generalizada e ter várias paradas cardíacas. Porém o avô paterno de Maria Luana diz que o que conforta a família e da forças é o fato da menina estar viva e apresentar sinais de melhora.A menina chegou a fazer hemodiálise depois que seu único rin parou de funcionar, porém isso já foi superado, o rin da menina funciona, ela tem reações, se mexe, o que deixa a todos otimista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário