quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Sem apoio do Poder Público cães a gatos esperam por adoção e doações no GADAC em Carpina.

Estes cães da foto foram parar na instituição após a morte de sua proprietária

Centenas de cães e gatos aguardam por adoção.


O Gadac (Grupo Amigos Defensores dos Animais do Carpina), hoje está localizado na Vila da Cohab, por trás do campo municipal e abriga centenas de animais carentes entre eles cães e gatos que lá chegaram pelos mais diversos motivos entre eles o principal: o abandono. 

Muitos chegam doentes ou acidentados e o Gadac trata, castra os animais e os disponibiliza para doação. Infelizmente alguns estão lá há anos. 

Não compre, ADOTE!

Ainda que você não possa adotar mas se sensibilize com o caso, você pode colaborar com este trabalho que vive de doações e não tem nenhum apoio do poder público municipal. A direção da instituição nos disse que os vereadores do município fizeram sua parte a aprovaram uma subvenção que garantiria uma ajuda ao Gadac, mas segundo a direção do abrigo o poder executivo alegou que não poderia ajudar por ser desnecessário e ilegal.

Doações de ração, produtos de limpeza e higiene para animais, remédios e até mesmo uma quantia de R$10,00 mensais por exemplo são muito bem vindos, É importante ressaltar que o Gadac presta serviço não só a estes animais como a população, pois caso contrário todos eles estariam nas ruas sem vacina e causando algum tipo de transtorno.

Vale lembrar que o Gadac não é um depósito de animais de donos irresponsáveis que enjoam ou deixam seus animais procriarem desenfreadamente e depois querem jogar a responsabilidade em cima da instituição que hoje está cercada por câmeras para flagrar pessoas mal intencionadas. O Gadac é uma ong que resgata animais acidentados, doentes e de rua. 

Seja consciente e tenha posse responsável.

Se você quiser visitar a instituição ou fazer alguma doação ligue para a Ong:
OI 98647-5047
TIM 99659-3208




Esses 3 gatinhos  que não sabem se quer comer sozinhos e ainda não enxergam bem, eu mesmo resgatei na rua e levei para a ong









Nenhum comentário:

Postar um comentário