quarta-feira, 26 de junho de 2013

Alerta! Menino de 1 ano e 11 meses morre engasgado com uva em Vitória de Santo Antão e acende alerta para risco de engasgo mais elevado em crianças menores de 5 anos

Foto ilustrativa



Um menino de 1 ano e 11 meses morreu engasgado com uma uva em Vitória de Santo Antão, na tarde do último sábado (22/06).  A mãe da criança é técnica em enfermagem e tentou socorrê-la, mas ela não resistiu e faleceu.
Guilherme estava em casa com a mãe, a avó e a irmã na tarde de sábado. A avó deu duas uvas para ele lanchar. Depois de comer a primeira, o menino foi mostrar a segunda para a irmã. Depois colocou na boca e engasgou-se. A menina de 6 anos percebeu o que estava acontecendo e correu para chamar a mãe.
"Minha mulher estudou enfermagem e quando viu que Guilherme estava sufocando fez de tudo para salvá-lo. Ainda levamos ele para o hospital, mas não teve jeito", contou o pai da criança, Jefferson Lira de Holanda. O menino foi levado para o Hospital João Murilo, em Vitória, mas já chegou sem vida à unidade médica.

O fato serve de alerta para que haja um cuidado especial ao alimentar crianças menores de 5
anos. A traqueia da criança de menos de 5 anos tem o diâmetro de um canudo de refrigerante e pode ser facilmente bloqueado por comida.
 Uma página na internet alerta! Comidas que podem engasgar crianças com menos de 5 anos:
1) Cachorro-quente, salsicha (principalmente quando cortado em rodelas);
2) Pedaços de carne, peixe com espinha;
3) Pipoca, bolachinha, biscoito, batata chips, pretzels;
4) Confeito, principalmente aquele bem duro de formato redondo, caramelo, marshmallow, jujuba;
5) Fruta cristalizada (como uva passa, banana passa, abacaxi etc);
6) Uva inteira, frutas com casca como maçã e pêra, verduras cruas como cenoura e brócolis;
7) Amendoin, castanha de caju, e outras coisas do gênero;
8) Pasta de amendoim;

É interessante não encarar apenas como má sorte, fatalidade e ter conhecimento para prevenir dessas coisas para evitarmos a morte precoce dos pequenos. 

Com informações da página do  Departamento de Saúde do estado de Nova Iorque: www.health.ny.gov/prevention/injury_prevention/choking_prevention_for_children.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário