quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Mulheres advogadas se reúnem para discutir a participação do gênero no dia a dia da advocacia

Encontro é promovido pela chapa A Ordem Avança nesta quarta-feira (11)



A participação, de fato, das mulheres na OAB-PE vem se concretizando cada vez mais e precisa se tornar uma realidade não apenas numérica, mas que reflita o que acontece com elas no cotidiano da advocacia. Por isso, a atual vice-presidente Adriana Rocha Coutinho, e a anterior vice-presidente Catarina Oliveira e todas as advogadas da chapa A Ordem Avança se reúnem nesta quarta-feira  (11), no restaurante Gusttos, na rua da Hora - Espinheiro, nº 855, para discutir ações em prol da mulher advogada na próxima gestão da Ordem.
Segundo Adriana Rocha, candidata ao Conselho Federal neste pleito, o objetivo do encontro é discutir as propostas já lançadas e atualizar a pauta da causa feminina. "Temos obtidos ganhos importantes, a partir da primeira Conferência Nacional da Mulher Advogada realizada pela OAB Nacional. Mas temos bandeiras fundamentais que precisam ser discutidas", ressalta.  
A chapa tem realizado diversos encontros setorizados para discutir as necessidades de cada área da advocacia. “A ideia é ouvir os anseios, as dúvidas e as reclamações dos advogados para que, a partir do próximo ano, possamos realizar ações concretas que beneficiem o conjunto de toda a advocacia”, explica Ronnie Duarte.
Entre as propostas apresentadas por Ronnie Duarte para as mulheres advogadas no próximo triênio estão OAB contra o assédio – Proteção às mulheres advogadas em casos de assédio e criação da ouvidoria para recebimento de denúncias; entre outros; advogada de valor – Luta pela valorização e respeito às garantias da paridade remuneratória e igualdade nas condições de ascensão nas carreiras profissionais das mulheres advogadas; mãe legal – Estímulo e defesa da criação de creches por parte dos empregadores de mulheres advogadas, nos próprios locais de trabalho, para assegurar a proximidade das mesmas com seus filhos em idade pré-escolar; 

Izabel Melo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário