sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Homem é flagrado soltando pit bulls para matarem gato de rua




Os animais são inocentes, o que estraga são certos proprietários. Este aí deveria ser proibido de ter posse desses e quaisquer outros animais.


O caso ocorreu por volta de 2h da madrugada, de 12 de outubro, de acordo com a Polícia Civil. O vídeo mostra o dono supostamente incentivando o ataque dos cães ao animal de rua. O ataque dura
cerca de dois minutos, de acordo com as imagens. Os cães teriam arrastado o corpo do animal até a rua, quando o suspeito teria feito as fotografias, supostamente com um telefone celular.

A polícia informou ainda que outro cão de rua, que passava pelo local, foi atacado pelos pit bulls. Após os ataques, as imagens mostram o suposto dono abraçando e beijando um dos cães.

A delegacia acredita que o suspeito teria treinado os animais para atacar de forma agressiva e matar animais de rua.

O delegado Sávio Pinto, titular da Dema, explica que moradores da região registraram a ocorrência no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) no bairro Pacoval. Segundo testemunhas, o suspeito, que seria um vigilante de 37 anos, já teria incentivado outros ataques semelhantes no bairro. Ele estaria agindo há pelo menos três meses na região e de acordo com os depoimentos, o suspeito teria uma arma de ar comprimido que utilizaria para matar pássaros e outros animais.

"As pessoas que moram lá dizem que seria costume dele fazer isso, sempre que ingeria bebida alcoólica. As imagens são impressionantes, porque supõe-se que ele instiga os animais a matar o gato. Além de incentivar a morte do animal, ele coloca em risco a vida de outras pessoas, pois isso ocorreu em via pública", enfatizou.

O suspeito disse, em depoimento, que não teria incentivado o ataque dos pit bulls. Mas segundo o delegado, após ver as imagens, relatou que teria ingerido bebida alcoólica antes do ocorrido.

"Ele negou tudo, mas quando mostrei o vídeo, ficou aparentemente impressionado e logo falou que teria bebido, por isso fez a ação com os pit bulls. Mas no vídeo pode é possível ver que ele inclusive registra o fato em fotografias, supostamente estava consciente do que fazia", disse Sávio Pinto.

O suspeito foi indiciado e poderá pelo crime de maus-tratos a animais e exposição da vida ou saúde de outrem, com pena de até 2 anos e 4 meses de prisão, além de pagamento de multas.

O vídeo é medonho, os cachorros atacam o indefeso gato e pensando que ele está morto o abandonam, mas ele se levanta e nitidamente muito ferido não consegue pular um muro e escapar, então, incentivados pelo dono, os cachorros voltar e matam o gatinho. Se você quiser assistir o vídeo link é esse:

http://www.ogritodobicho.com/2015/10/homem-e-suspeito-de-soltar-pit-bulls.html



Com informações G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário