sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Prefeito Carlinhos do Moinho reduz próprio salário, da vice e secretariado



O prefeito da cidade do Carpina, Carlinhos do Moinho, assinou nesta sexta (18), um decreto que reduz em 30% o próprio salário e da vice-prefeita. E em 20% dos secretários municipais, dos cargos comissionados e contratados. A decisão entrou em vigor a partir de hoje seguindo até 31 de dezembro. Segundo o gestor, a crise financeira atual pela qual passa o país, somada com a redução da receita da cidade, exigiu que uma medida emergencial fosse adotada.

De acordo com Carlinhos, o decreto estabelece uma redução significativa. “Vamos enxugar para poder colocar tudo em dia. E, apesar de não está no decreto, vamos conter despesas com combustível, diárias, entre outros gastos de nossa gestão que podem ser revistos”, explicou.

Como justificativa para a decisão, o prefeito disse que a crise e a redução dos repasses federais, foram os principais motivos. “A conta não fecha! É como pai de família que recebe o salário e tem que gastar o dobro. Nós estamos enfretando diversas crises. O país passa por uma gingantesca e consequentemente os repasses federais cairam bruscamente, este mês em relação ao mês passado teve uma queda de 40%. Estamos em estado de emergência, a reforma do Pacto Federativo tem que acontecer urgente!”, destaca.

Com as mudanças, o salário do prefeito que era de R$ 15 mil passa para R$ 10,500 mil (bruto). O da vice-prefeita era de R$ 7.500, passa para R$ 5.250 (sem os descontos). A decisão, ainda não foi repassada para os servidores de forma geral, mas já está no mural de avisos da Prefeitura. “Infelizmente não deu tempo para convocar nenhuma reunião. Foi uma decisão emergencial. Mas sei que o meu secretariado, vai aceitar isso de bom grado porque conhecem a situação de nossa cidade. Assim como também acreditamos que os demais cargos comissionados e contratados também vão entender”, espera o prefeito.

--
Elielson Lima

Nenhum comentário:

Postar um comentário