domingo, 13 de setembro de 2015

Mulher do motorista tenta se matar durante o resgate de cães na China

MAIS DE 200 CÃES QUE SERIAM ENVIADOS PARA UM AÇOUGUE FORAM RESGATADOS POR VOLUNTÁRIOS DE UMA ASSOCIAÇÃO PROTETORA DOS ANIMAIS NA CHINA. MUITOS BICHOS ESTAVAM MACHUCADOS OU DOENTES (FOTO: REPRODUÇÃO/GUARDIANS OF ANIMAL PROTECTION FACEBOOK)

VOLUNTÁRIOS DA ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÃO AOS PEQUENOS ANIMAIS DE XI'AN CONFEREM O ESTADO DOS CÃES PRESOS EM GAIOLAS QUE ESTAVAM SENDO LEVADOS PARA UM AÇOUGUE NA CHINA (FOTO: REPRODUÇÃO/GUARDIANS OF ANIMAL PROTECTION FACEBOOK)



Um grupo de voluntários da Associação de Proteção de Pequenos Animais de Xi'an (fotos) teve de enfrentar nove horas de negociações até conseguir libertar mais de 200 cães que estavam presos em jaulas em um caminhão – a caminho do abatedouro na província de Shaanxi, China. Para evitar que os cachorros fossem libertados,  a mulher do motorista chegou a enfiar uma faca na perna e ameaçou se matar.

Os ativistas cercaram o caminhão em um pedágio da principal rodovia de Xi’an. Com a ajuda da polícia, eles tentaram libertar os animais, mas os motoristas se recusaram a entregar a carga, segundo
reportou o Huangshang Daily.

De acordo com relatos dos ativistas, a maioria dos cães estava doente ou apresentava ferimentos. A operação foi montada pelo grupo de 60 voluntários que “queriam resgatar todos os cães de ir para o açougue”, escreveu o jornal.

O caminhão não possuía documentação comprovando que os cães haviam ficado em quarentena (período necessário para garantir que não tinham doenças) e muito menos certificado para o transporte.

Os dois motoristas se recusaram a liberar os cães alegando que seu compromisso era apenas entregar a carga e que teriam de pagar do próprio bolso se chegassem de mãos abanando. “Nós vamos ter de pagar todo o dinheiro para o patrão se deixarmos vocês levarem os cachorros”, disse um dos motoristas.

O impasse durou nove horas. Quando os ânimos ficaram acalorados, um dos motoristas puxou uma faca e espetou na própria perna. “Eu vou morrer se vocês levarem os cães”.

A comoção terminou com o motorista ferido sendo encaminhado a um hospital local e os animais entregues aos voluntários da associação de proteção, que vão mantê-los no abrigo até que eles encontrem um novo lar.

VOLUNTÁRIOS DA ASSOCIAÇÃO PROTETORA DE ANIMAIS CONSEGUEM ARRANCAR A FACA DA MOTORISTA QUE SE MACHUCOU AO AMEAÇAR SE MATAR, CASO OS CACHORROS FOSSEM LEVADOS (FOTO: REPRODUÇÃO/GUARDIANS OF ANIMAL PROTECTION FACEBOOK)


Fonte: ÉPOCA

Nenhum comentário:

Postar um comentário