segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

Mãe do menino Davi que nasceu sem sexo diz que tem sido alvo de calúnias e que a criança tem piorado.

Estivemos visitando recentemente o menino Davi em sua residência após a mãe adotiva da criança nos procurar para conceder uma entrevista, ela mostrou descontentamento com o acompanhamento que a criança tem recebido depois do Hospital Português abandonar o caso. Dona Lígia diz que o IMIP marcou a próxima consulta do bebê para março sendo a última em novembro passado. A criança tem sido internada vez ou outra com infecções, inchaços, febres, dores e diarreias, foi diagnosticada com anemia. Ela ainda denunciou o atraso do aluguel da casa cedida pela prefeitura e disse que tem sido alvo de calúnias de que Davi tinha ganho uma casa e seu pai estaria empregado de carteira assinada. Boatos que tem atrapalhado as doações de remédios, fraldas, leite ninho, e bolsas de colostomia que também segundo ela são descartáveis e não tem sido doadas pela secretaria de saúde. 

Tudo isso e muito mais, a indignação, você escuta da própria mãe da criança que irá passar em breve pela oitava cirurgia e está prestes a completar dois anos clicando aqui, saiba também como ajudar a criança:





Nenhum comentário:

Postar um comentário