sábado, 13 de setembro de 2014

Valorização do trabalho é tema de encontro sindical com Luciana e Marcelino

Trabalhadores e trabalhadoras do estado de Pernambuco participam neste sábado (13), do encontro sindical para discutir valorização do trabalho, às 10h, no Clube das Pás. A atividade realizada pela deputada Luciana Santos que concorre à reeleição e o candidato a deputado estadual Marcelino Granja está inserida na grande mobilização pelo país denominada de “onda vermelha”.   

Os avanços obtidos nos últimos 12 anos, com os governos de Lula e Dilma beneficiaram diretamente a classe trabalhadora. A tônica do período foi a política de valorização do salário mínimo, a ampliação de empregos e a interrupção da retirada de direitos trabalhistas. Esta contraposição com a política neoliberal implantada no governo de Fernando Henrique Cardoso, também viabilizou programas sociais como o Programa Bolsa Família e investimentos na educação profissional com o Pronatec.

Para avançar nas mudanças e garantir um projeto nacional de desenvolvimento com mais soberania e valorização do trabalho é preciso eleger parlamentares comprometidos com a luta dos trabalhadores e do povo brasileiro. Nesse sentido, Luciana e Marcelino que historicamente defendem os trabalhadores apresentam a plataforma de propostas que se comprometem a defender. Entre elas, fim do fator previdenciário; redução da jornada de trabalho sem redução de salário; jornada de 30 horas para a enfermagem; rejeição do PL 4330, que escancara a terceirização; igualdade de oportunidade para homens e mulheres.

Onda Vermelha

Os militantes e apoiadores da presidente Dilma Rousseff foram convocados para sair às ruas e participarem de atos com camisa vermelha, neste sábado (13). A ação denominada como “onda vermelha” foi convocada pelo Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e o Partido dos Trabalhadores (PT).

O presidente Nacional do PCdoB, Renato Rabelo reforça a união de forças para o atual projeto continuar em curso. “Estamos diante de um momento muito importante para o futuro do Brasil, por isso vamos às ruas, mostrar para o povo que está em jogo o futuro do Brasil”, explica.

Assessoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário