domingo, 14 de setembro de 2014

Marília Arraes: “Armando tem nome, sobrenome, número e história que não se apaga”

Crédito das fotos: Alexandre Albuquerque/Divulgação
O município de Escada, na Mata do Sul do Estado, parou para receber a “carreata da vitória” do candidato a governador Armando Monteiro (PTB), na tarde deste domingo (14). Ao lado do senador Humberto Costa (PT), da vereadora do Recife, Marília Arraes (PSB), e de lideranças políticas locais, Armando percorreu um trecho de quase 10 quilômetros pelas principais vias da cidade. Essa foi a segunda agenda do dia do petebista. Pela manhã, a “onda azul” arrastou mais de 14 mil pessoas no Cabo de Santo Agostinho.

Neta do ex-governador Miguel Arraes (PSB), a vereadora Marília Arraes lembrou que tem raízes na Mata Sul e destacou o trabalho desenvolvido por seu avô em prol do homem do campo. Apesar de pertencer ao PSB, Marília condenou o uso da comoção por parte da Frente Popular para eleger um candidato desconhecido.

“Tenho vários motivos para votar em Armando e um deles é porque Armando tem história. Enquanto o outro candidato é só um nome e um número, Armando tem nome, sobrenome, número e história que não se apaga”, disse Marília Arraes.

Em seu discurso, Armando retribuiu o apoio de Marília e destacou que a vereadora tem a compreensão de suas responsabilidades olhando o futuro de Pernambuco. “Marília é uma mulher guerreira, combativa, que tem coragem e consciência das suas responsabilidades públicas e não teme as incompreensões momentâneas porque tem a compreensão das suas responsabilidades olhando o futuro de Pernambuco”, grifou.

Armando também sublinhou o esforço empreendido por Miguel Arraes em beneficio da população da Mata Sul, com a implantação do programa Chapéu de Palha. O petebista, contudo, destacou que Pernambuco não pode ser propriedade de um único grupo político e precisa avançar. “Vamos garantir no dia 5 essa vitória que é a vitória da independência, da alternância, porque Pernambuco não pode ser propriedade de um único grupo político”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário