sexta-feira, 9 de junho de 2017

Por conta de "baixaria" entre vereadores de Carpina, sessão termina antes do previsto. Vídeo.

Nesta terça (09), como já se tornou rotineiro, mais uma confusão entre os vereadores de Carpina. Desta vez mais acalorada do que das outras vezes o que levou o presidente da casa legislativa, Bila, a encerrar a sessão bem antes do previsto.

Tudo começou no meio da extensa discussão que durou mais de uma hora desnecessariamente, sobre o requerimento da vereadora Da Paz, em que ela pede voto de aplauso para o Poder Executivo por ter iniciado o serviço de manutenção da iluminação pública na cidade. Entre uma opinião e outra dos vereadores, a favor e contra, começaram os desentendimentos quando os vereadores passaram para ataques pejorativos e pessoais entre eles.

O vereador Aldinho do Danone puxou o coro da confusão quando se irritou e partiu verbalmente para cima do vereador Antônio Resende depois do vai e vem das ironias, chamando-o de volta de palhaço e se levantou, na sequência entrou o vereador Tota Barreto que disse a Resende: " Eu sei da tua vida também", em contrapartida Resende respondeu: "Eu não me misturo com o senhor." No meio da confusão o vereador Irmão Roberto tentava contornar a situação e pedia calma.

Quem acompanha as sessões pode perceber que as discussões vão ficando cada vez mais pesadas, os vereadores levam assuntos que em nada tem a ver, que não são para serem discutidos no ambiente parlamentar... Nisso a Câmara vai se desqualificando, e o que se vê claramente é que não há como levar os 4 anos que vem pela frente nessa situação. Carpina já viu a cena de um prefeito correndo atrás de um jornalista, e não estamos vendo a hora de alguns vereadores se atracarem do lado de fora da câmara. Acreditamos que o presidente tenha sentido isso pois ao encerrar a sessão diante do clima avisou: "Quem quiser brigar, vai brigar lá fora".


Nenhum comentário:

Postar um comentário