segunda-feira, 5 de junho de 2017

Jumenta puxava carroça quando deu cria no meio da rua, em Capoeiras - PE

Como se não bastasse a exploração ao animal, nem uma gestante foi poupada, com dor do parto ainda foi obrigada a trabalhar e quando não aguentou mais foi chicoteada. O cretino do proprietário disse que não sabia que ela estava grávida (vai vendo), se ele é insensível a esse ponto, representa um perigo seríssimo a qualquer animal, devia ser proibido de criá-los. Isso me causa dor, dor por saber que não só ela como muitos outros animais são escravizados e nenhuma medida, nenhuma lei definitiva é criada para protegê-los.
Danielle Nurse.



Uma situação no mínimo inusitada ocorreu por volta do meio dia da última segunda-feira, 29/05/2017, numa das principais ruas da cidade de Capoeiras: uma jumenta pariu em plena via publica. 
Segundo pessoas que presenciaram a cena, tudo normal se não fosse o animal no momento de parir estar puxando uma carroça, e ainda ser chicoteada quando parou e deitou-se no meio da rua para parir o filhote.

Varias pessoas ficaram revoltadas com a cena de violência e maus tratos ao animal, inclusive crianças choraram. O fato ocorreu na Avenida 31 de Março.

Ainda segundo pessoas que presenciaram a cena, o carroceiro ao ver que o animal começou a parir, parou de espancá-lo e justificou sua impaciência e agressividade dizendo que não sabia que a jumenta estava prenha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário