sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Muitos ainda não tem conhecimento: Para compensar desmatamento devido obras da BR 408, área de Carpina é escolhida para desenvolvimento de Preservação Ambiental

Trata-se de uma área de 66 hectares no Engenho Pindóba em Carpina onde foi liberado para investimento e plantio, mais de 8 hectares com o intuito de preservar o meio ambiente principalmente após o desmatamento ocorrido com a duplicação da BR 408, e com a construção da Arena da Copa.
Sob a coordenação e fiscalização do biólogo técnico de Suape responsável da área Jairo Maciel e do técnico agrícula da Processo Engenharia, empresa responsável pela obra, está sendo construída uma estufa com capacidade para dezesseis mil mudas dos mais diversos tipos e entre as muitas, Pau-Brasil, Jatobá, Sabonete, João Mole, Cajá, Cajú, Garamundé e Cajarana. Todo o procedimento será feito cuidadosamente com o controle de uso de agrotóxico afim, de garantir a saúde das plantas e preservar o solo.
Durante a manhã de hoje, a reserva recebeu visitas e entre elas a ex-secretária do meio-ambiente do Carpina e professora de Biologia, Niedja Pereira que otimista falou da importância da preservação. "Um orgulho para Carpina, fazer um trabalho tão importante como esse, visto que hoje o planeta clama por verde, clama por preservação ambiental."- disse a ex-secretária.

Solo preparado com técnica especial

Da esq. para dir.: Téc. Agrícula da Processo Engenharia, Cláudio Andrade, Dir. da Escola Irineu de Pontes, Bartolomeu, sua irmã Nara, amigo e a professora de Biologia e ex-secretária do meio-ambiente de Carpina, Niedja.

A estufa terá capacidade para dezesseis mil mudas


Nenhum comentário:

Postar um comentário