sábado, 14 de setembro de 2013

Deputada russa é acusada de racismo por publicar foto de Obama e uma banana


A ex-campeã olímpica de patinação artística e deputada russa Irina Rodnina provocou uma reação de protesto na blogosfera russa, neste sábado (14/9), depois de publicar em sua conta no Twitter a fotomontagem do presidente americano, Barack Obama, com uma banana.

Rodnina disse que a montagem, na qual se vê o presidente Obama e sua mulher, Michelle, olhando uma banana "foi enviada dos Estados Unidos" e que não entende qual é o problema de divulgá-la no Twitter.

"É a liberdade de expressão! Quem tem complexo, isso é problema seu", reagiu Rodnina, após ser acusada de racismo.  A imagem foi retirada de sua conta no microblog, mas ainda está disponível em diferentes páginas na Internet.

Rodnina, membro do partido da situação, Rússia Unida, foi treinadora nos Estados Unidos, país onde vive sua filha.

"A deputada da Duma (Câmara Baixa do Parlamento russo) Irina Rodnina não esconde que é racista", escreveu em seu blog o jornalista Tijon Dziatko.

"Por que fez isso? É um sinal de racismo, de falta de educação, ou de um senso de humor 'especial'? (...) Irina Rodnina fez isso, não lamenta e comemora!", escreveu o editor-chefe adjunto do jornal "Moskovski Komsomolets", Aider Mudjabayev.

O deputado russo Valéri Gartung, membro da Comissão de Ética, defendeu a colega parlamentar.

"O que é mal visto em um país é normal em outro. Temos culturas diferentes", declarou Gartung à rádio Eco, de Moscou.


Correio Braziliense

Nenhum comentário:

Postar um comentário