segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Armando defende maior integração entre escola e indústria


Senador participa de encontro internacional de inteligência computacional, reunindo representantes do Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul
 
Durante encontro internacional, que reuniu no município de Ipojuca cientistas do grupo de países emergentes chamado BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), o senador Armando Monteiro (PTB) fez a defesa enfática da integração escola-indústria no Brasil, para que a economia nacional possa enfrentar em melhores condições o acirramento da competição em escala global. Ao lado do senador Cristovam Buarque (DF), Armando participou do 11° Congresso Brasileiro de Inteligência Computacional.

 O senador pernambucano lembrou que a força de trabalho no Brasil ainda tem baixa escolaridade, o que afeta diretamente o desempenho de setores que exigem novos perfis profissionais. “Aproximadamente 20% do contingente de trabalhadores do Brasil não concluiu o ensino básico, 45% não concluiu o ensino médio. Este é o paradoxo. Nós temos novos perfis profissionais que são requeridos pelo impacto das transformações que ocorrem no ambiente de trabalho e pela incorporação das novas tecnologias. Ao mesmo tempo, constatamos que há um nível de escolaridade muito abaixo do que precisaríamos”.
Armando também alertou existir uma profunda desconexão no País entre o ensino médio e a formação profissional. “Pouco mais de 5% dos alunos que estão no ensino médio no Brasil fazem ao mesmo tempo algum aprendizado na área de educação profissional. Quando em países como Alemanha e Japão este percentual chega a alcançar 50%”. Para Armando, o Brasil precisa implementar um modelo onde também “se aprende na empresa e não apenas no ambiente da escola convencional”.
O parlamentar usou como exemplo de iniciativa bem sucedida na área de valorização do capital humano e integração entre a empresa e o ambiente acadêmico o caso das Baterias Moura, no município de Belo Jardim, Agreste de Pernambuco. “É uma empresa do interior de Pernambuco que é líder nacional em seu segmento. Isto porque tem um programa bem sucedido, focado no investimento em capital humano, no desenvolvimento de pesquisa e inovação e uma experiência pioneira nesta relação estreita com o ambiente acadêmico de Pernambuco”, destacou Armando.

 Legenda da foto – Entre o professor da Universidade de Pernambuco (UPE), Fernando Buarque, e o senador Cristovam Buarque, Armando conhece experiência em robótica, em exposição no evento.
Crédito da foto: Alexandre Albuquerque/divulgação

Nenhum comentário:

Postar um comentário