quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Brasil prepara satélite antiespionagem

 
O governo brasileiro deve começar em outubro a construção de satélite geoestacionário. O projeto já estava em andamento, mas ganhou força depois de supostas ações de espionagem atribuídas aos Estados Unidos no início de setembro. Atualmente, todo o sistema de comunicação dos satélites brasileiros do país depende da Embratel que, por sua vez, pertence a um empresário mexicano. Ou seja, caso o satélite seja desviado e o Brasil perca a comunicação com ele, o governo não poderá fazer nada. O novo satélite antiespionagem brasileiro deve entrar em órbita em 2016.

Fonte: Folha Universal


Nenhum comentário:

Postar um comentário