quinta-feira, 30 de junho de 2011

Áreas de Preservação ambiental em Pernambuco

Governo vai criar 71 áreas ambientais no Estado. Nos próximos três anos Pernambuco vai contar com 71 unidades de conservação ambiental. O Governo do Estado acaba de assinar decreto que institui o Comitê Executivo de Gestão de Unidades Ambientais. Ele será responsável pelo diagnóstico e mapeamento das áreas que irão receber as instalações. Também será atribuição do Comitê elaborar um plano de manejo, que identifica as diferentes realidades e atividades permitidas para cada área de proteção - como visitações turísticas e fins científicos de pesquisas. O decreto prevê também a criação de um Conselho Gestor responsável por gerir e monitorar a implantação das novas unidades. Para isso, o Governo vai espalhar 25 escritórios onde ficarão lotados profissionais de biologia, engenheiros ambientais e áreas afins que vão atender as 71 unidades dos dois biomas de forma setorizada. As cinco primeiras unidades serão criadas no Bioma da Caatinga, nas localidades de Carnaíba (Serra da Matinha), Afrânio, Parnamirim, São Caetano (Pedra do Cachorro) e Serra Talhada (Fazenda Saco). Sem nenhuma área protegida no Estado, a Caatinga é o único bioma exclusivamente brasileiro e está praticamente todo concentrado nos nove estados do Nordeste brasileiro. Ele ocupa uma área de cerca de 850.000 km², o equivalente a cerca de 10% do território nacional. No Bioma da Mata Atlântica, já existem 66 áreas de conservação estaduais reconhecidas e divididas em 35 unidades sustentáveis como a Área de Proteção Ambiental (APA) Aldeia-Beberibe, que compreende oito municípios metropolitanos, e outras 31 unidades de proteção integral, a exemplo do Parque Estadual Horto de Dois Irmãos, no Recife, e a Estação Ecológica de Caetés, em Paulista. Em Pernambuco, a Semas e um grupo de trabalho formado por parceiros e sociedade civil organizada identificaram 13 áreas potenciai s de preservação deste bioma. Com a criação dessas 13 reservas, sobe de 0,7% para 4% o índice de preservação da Caatinga pernambucana.  


 Governo do Estado de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário