quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Combate: Remédio usado no tratamento da diabetes tipo 2 combate consumo da cocaína

Consumida mundialmente, a cocaína age no cérebro inibindo a remoção do excesso de dopamina para o interior da célula. Com a substância circulando em maiores quantidades, o usuário da droga tem uma sensação de prazer em grande escala. Embora pareça inofensivo, o acúmulo do neurotransmissor no tecido cerebral provoca, com o tempo, a morte de neurônios, danificando o sistema nervoso central. Como se trata de uma substância viciante, combater seu uso se torna uma tarefa árdua que depende, principalmente, da força de vontade do usuário. Contudo, um medicamento utilizado no tratamento do diabetes melito tipo 2 pode ser um grande aliado no combate ao vício da cocaína. Pesquisadores da Universidade de Vanderbilt, em Nashville, nos Estados Unidos, comprovaram que o remédio agiu no mecanismo de compensação da cocaína e os resultados foram publicados hoje na revista Molecular Psychiatry, do grupo de publicações da Nature.

A Exendina-4 (Ex-4) é utilizada no tratamento do diabetes por promover uma grande sensação de saciedade, além de reduzir os níveis de glicose no plasma e aumentar a produção de insulina após o consumo de alimentos. No estudo norte-americano, ela foi escolhida por ser uma versão de longa duração do glucagon-like peptide-1(GLP-1) natural. Este é liberado em resposta à ingestão de alimentos para, por meio dos mecanismos centrais e periféricos, regular a homeostase energética. A Ex-4 tem ação semelhante a essa proteína natural, só que mais potente.
Fonte: Diário de Pernambuco

Nenhum comentário:

Postar um comentário