quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Aqui foi o contrário:Tubarões sofrem ataques de humanos em Noronha

O filhote de tubarão se debate

O Instituto Chico Mendes multou duas pessoas que molestaram filhotes de tubarão na Praia do Sueste, em Fernando de Noronha. Um deles é morador da ilha e o outro é parente de um morador. Os acusados tiraram os animais da água, e ficaram “brincando” com os filhotes da espécie limão, o que é considerado um crime. Cada infrator terá que pagar uma multa de cinco mil reais. “Nós autuamos os acusados e vamos remeter o caso para o Ministério Público Federal para abertura de processo”, infirmou Eduardo Macedo, coordenador de Proteção do Parque Nacional Marinho.

Segundo o coordenador, a infração é um risco também para os acusados. “O tubarão poderia reagir, morder a pessoa. O que aconteceu, de fato, foi um ataque de ser humano ao tubarão”, avaliou Eduardo Macedo. “ Os filhotes procuram Noronha porque se sentem seguros aqui. Desta forma, o homem acaba representando uma ameaça a espécie”, declarou.

O pesquisador de tubarões, Leonardo Veras, concorda com a opinião do coordenador do Parque. “Isso é um absurdo. Os animais estão acostumados com um relacionamento amistoso com as pessoas na ilha. O tubarão deve ser visto, nunca tocado” indicou o especialista. Veras informou que este é o período de reprodução da espécie limão, por isso os filhotes são visto com mais facilidade e chegam próximos a areia.

Leonardo acredita que a tendência é que o número de tubarões cresça em Fernando de Noronha. “Permanecendo as medidas de preservação que estão sendo adotadas na ilha, o número de filhotes só deve se multiplicar”, disse. “Eu acredito que em dez anos Noronha vai se transformar na ilha dos tubarões”, previu o pesquisador.
Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário