sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Previsão indica chuvas abaixo do esperado para o Sertão de Pernambuco

As previsões meteorológicas não são animadoras para o Nordeste. Durante a Reunião de Análise e Previsão Climática para o Setor Norte do Nordeste do Brasil, a maioria dos modelos de previsão climática indica, para o próximo trimestre – dezembro de 2012 a fevereiro de 2013 –, uma maior possibilidade de chuvas abaixo do esperado para o Setor Oeste do Estado de Pernambuco.

A prevsão compreende as mesorregiões do Sertão e Sertão do São Francisco, com as seguintes distribuições de probabilidades: na categoria abaixo da média esperada (40%), na categoria normal (35%) e na categoria acima da normal (25%). As previsões de temperaturas indicam maior probabilidade de serem acima da média climatológica para todo o Estado de Pernambuco.

O fenômeno seria causado pelo aquecimento anômalo da região do Oceano Atlântico Norte,que tende a manter a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) ao norte de sua posição climatológica, reduzindo as chuvas no norte da Região Nordeste do Brasil no início do próximo ano. A ZCIT é o principal sistema responsável pela qualidade das chuvas nessa região.

A equipe da Unidade de Monitoramento da Rede Hidrometeorológica (UMR-Hidromet) do Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep) participou da Reunião de Análise e Previsão Climática para o Setor Norte do Nordeste do Brasil, realizada no dia 22 deste mês, realizada pelo Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) do Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), em Cachoeira Paulista (SP). A participação aconteceu por meio de videoconferência, pela Rede Nacional de Pesquisa, já que a reunião foi transmitida online e contou com a participação de meteorologistas dos centros estaduais de Meteorologia e de universidades do Nordeste, além dos pesquisadores do CPTEC e do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Durante a reunião, foram analisadas as condições regionais da pluviometria e globais dos oceanos e da atmosfera, assim como os resultados de modelos numéricos de previsão climática sazonal, a fim de elaborar o prognóstico climático para o próximo trimestre.
Fonte: Pernambuco.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário