domingo, 21 de fevereiro de 2010

Descaso com funcionários da Secretaria de Ação e Assistência Social da Cidade do Carpina.

Os funcionários da Secretaria de Ação e Assistência Social da cidade do Carpina, até o fechamento desta matéria ainda não tinham recebido seus pagamentos equivalentes ao mês de janeiro.Um funcionário efetivo que não quis se identificar(com medo de represálias) se compadecendo de seus colegas, disse já neste mês de fevereiro, que fique claro, que nem se quer a renovação dos contratos ainda foi feita. Deixa-me explicar: A grande maioria dos funcionários daquela unidade, trabalha mediante contrato de um ano sendo o mesmo renovado no início de mês de janeiro, o que até agora não aconteceu. Menos mal se pelo menos a carga horária tivesse sendo cumprida corretamente. Uma mudança repentina ocorrida na coordenação do Bolsa Família a alguns mêses atrás(segundo a secretária daquela unidade, pelo motivo de querer trabalhar com sua própria equipe, já que a coordenação vinha desde a gestão da vereadora Marta Guerra como secretária naquela unidade), vem até hoje causando grande reboliço devido ao despreparo inargumentável do atual coordenador do programa. Bloqueios, cancelamentos de cartão etc. Resultando num grande fluxo de pessoas á serem atendidas naquela secretaria, obrigando funcionários do horário da tarde ficarem muitas vezes até quase ás 18:00 h dando expediente. Na verdade mesmo chegou a um ponto de alguns funcionários terem que ir trabalhar os dois expedientes e pasmem, ser cogitado de as vezes aos sábados. Outro detalhe abusivo em toda esta história e que o povo precisa ter noção do que acontece é que na época do natal sem fome, apesar da demagogia da primeira EX secretária de educação quando dizia ser espontânea a doação das cestas, os funcionários foram praticamente forçados a doar cestas. "Ela(secretária da ação) entregou uma ata para que nós assinássimos e disse que era pra gente doar e quem não pudesse se juntasse com um colega para dividir"diz funcionária. "Na verdade passamos por este tipo de pressão por não sermos efetivos e nos sentimos constantemente ameaçados,as coisas que nos são exigidas...Bem é bem mais fácil para os efetivos" reclama funcionário. Bem realmente constatamos um abuso nisso tudo as pessoas são mal pagas e ainda são coagidas a fazerem doações no valor X. Acho que quando é espontâneo se da o que pode, não? Muitos funcionários, pais e mães de família estão com prestações vencidas, precisam fazer fazer suas compras, e estão com suas dignidades feridas. Imagina como foi o carnaval deste povo que inclusive em sua maioria apoiou o atual administrador nas eleições...
A secretária que parece que não está nem aí e inclusive já declarou que não haverá reajuste no salário dos mesmos, provavelmente passou o último feriado com seu bolsinho cheio pelo seu generoso salário.
Alô secretária! Alô prefeito, como é que é??? O senhor está sabendo que seus funcionários estão passando por isso?

Nenhum comentário:

Postar um comentário