segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

Avaliando o carnaval da cidade do Carpina


Eu como cidadã residente nesta cidade gostaria de fazer um relato positivo em relação ao carnaval, mas não é possível, não mesmo. Infelizmente o carnaval em Carpina é muito pobre e neste ano o que se viu foi uma verdadeira politicagem retratada numa total falta de respeito com foliões e alguns donos de bloco. Vamos aos fatos, a festa se misturou com politica e o que se viu foi muita desordem e confusão. Logo no 1º dia da semana pré carnavalesca, mais precisamente no tradicional bloco K-tráias, um veículo tentou impedir a passagem do bloco. Motivo: O bloco recebeu apoio de candidato da oposição a atual administração, então nem é preciso dizer a origem do veículo inconveniente. Já nas ruas durante o desfile do bloco o povo testemunhou o que mais parecia uma caminhada política: Trios com faixas trazendo nome de deputado, foto de pré- candidato a deputado, vereador, além de alguns que vieram em cima dos trios, incluindo até  uma ex secretária de educação, que segundo rumores pretende concorrer a prefeitura da cidade. Detalhe: A mesma foi citada diversas vezes como secretária de cultura do município...Mas voltando aos fatos a prefeitura também impediu que fosse armado um camarote em que lá estariam candidatos da oposição. Cadê a democracia? Daí então os responsáveis pela decoração do tal camarote por terem no centro um local previlegiado, independentemente montaram um camarote dentro do local citado, a senhora ex secretária, aquela que parece que quer ser prefeita...Mandou avisar que o camarote teria que ser desmanchado. O caso foi parar na delegacia, no ministério público e na rádio, no final o camarote pivô permaneceu e como diz o ditado "os incomodados que se mudem" a prefeitura terminou desmanchando o seu e montando em outro lugar. Porém num ato arbitrário e anti-democrático reduziu o percurso dos blocos bloqueando a rua mais uma vez com 2 caminhões baú na tentativa de impedir a visualização do camarote indesejado. Com tudo isso não impediu que o mesmo recebesse visitas de grandes personalidades de nossa sociedade. Resultado: Exposição negativa do prefeito que justiça seja feita, pareceu não concordar com a atitude de sua ex secretária e da própria que foi ridicularizada na rádio de forma que tomou conhecimento toda a cidade do Carpina e região. Que coisa feia! Na terça de carnaval aconteceram os desfiles de algumas escolas de samba. Bacana! Mas poderia ter sido bem mais se as pessoas pudessem brincar a vontade, em paz, porém mais uma vez a ex secretária, entrou em contato com a presidência da escola e vetou a saída de um deputado que ia desfilar pela escola juntamente com sua esposa sem fazer nenhum tipo de propaganda política, afinal, ele também é um cidadão, sob ameaças da prefeitura não arcar com determinadas despezas da escola como havia sido combinado. E pra terminar o prefeito tentou vetar a saída do tradicional bloco perigosas peruas(também apoiado pela oposição)chegando ao cúmulo de fazer chantagem emocional e negar apoio ao bloco. Quanto a chantagem emocional não colou e quanto ao apoio ao bloco o presidente do mesmo afirmou que não fazia diferença. "Em todos esses anos da administração do prefeito ele nunca nos apoiou de nenhuma forma mesmo"declarou em entrevista ao programa dizendo tudo da nova Carpina FM, o fato é que o com a liminar em mãos que consentia a autorização, o bloco saiu no último domingo, 21/02, como previsto, sem grandes problemas. Parabéns ao presidente do bloco e todos os foliões que venceram junto com ele e participaram da festa. Mas vamos falar claramente, que baixaria lamentável hein? Agora a Nurse aqui que vos fala vai falar como cidadã, eu em particular, perdi muito o ânimo com o carnaval deste ano por conta destas picuinhas políticas, o que sei é que o nosso prefeito era uma pessoa altamente democrática e que deve estar passando por problemas, eu não entendo como alguém pode mudar tanto em tão pouco tempo. Era uma pessoa em que apostei todas as minhas fichas e a decepção hoje é tremenda. Vivendo e aprendendo...

Nenhum comentário:

Postar um comentário