sexta-feira, 29 de abril de 2016

“Eles estão falando demais”, atacou Joaquim Falcão os ministros do STF




O professor de Direito Constitucional da FGV/Rio e um dos juristas mais respeitados do Brasil, Joaquim Falcão, é o convidado do Ponto a Ponto deste sábado (30), à meia-noite, na Band NewsTV,  com apresentação da jornalista Mônica Bergamo e o sociólogo Antonio Lavareda.
Doutor em Educação pela Université de Génève e mestre em Direito pela Universidade de Harvard (EUA), Joaquim é autor do livro “O Supremo”. De acordo com ele, tem algo de novo acontecendo no Brasil. “O grupo do Lava Jato é de uma geração nova que fez concurso. Os que integram este grupo estão lá por mérito. Usa tecnologia, cooperação internacional excelentemente. Dão valor aos fatos, muito mais a doutrinas e abstrações. Eles mandam as denúncias para o Supremo, a sustentabilidade dos fatos é muito grande. A opinião pública entende mais de fatos e isso penetra mais na opinião pública do que tese jurídica”, argumentou.
Sobre a recente entrevista do ministro Marco Aurélio Mello em que diz que sem "fato jurídico", o impeachment da presidente Dilma pode “transparecer um golpe”, o jurista Joaquim Falcão diz que os ministros "estão falando demais". E completou: "Isso não é recomendado, inclusive, pela legislação. A lei orgânica da magistratura. Ministro fala nos autos. É direito da cidadania ele não somente ser imparcial, mas parecer imparcial".
As reprises do Ponto a Ponto acontecem no domingo (1º), às 17h30; na terça (3) e na quinta (5), às 3h.

Belisa Mendes

Nenhum comentário:

Postar um comentário