sábado, 14 de agosto de 2010

Deputado Raul Henry visita Carpina


Foi na noite de ontem, sexta-feira(13), que o deputado Raul Henry marcou presença na cidade do Carpina em uma reunião super descontraída realizada na residência da vereadora Marta Guerra, onde na ocasião os jovens e pessoas de todas as idades marcaram presença significativa expondo suas dúvidas e anseios. Entre personalidades conhecidas de nossa cidade, ali marcaram presença: o vice-prefeito Lebre, o popular Dé do picolé, a coordenadora da Associação dos Idosos Selma Spinelli, a presidente da escola de samba Unidos da Vila, Dina, Geraldo da Loja, Chico da Farmácia entre outros. Muito disposto, simpático, desenvolto e solícito respondeu descontraidamente a todas as perguntas que lhe foram direcionadas com muita tranquilidade mostrando que está por dentro das necessidades do nosso País, pois, respondia com muita segurança e fundamento a cada dúvida de cidadão ali presente, mostrando que tem planos a tudo o lhe foi questionado.
Uma das primeiras coisas que o deputado ressaltou foi o avanço do Brasil no mercado econômico:"O Brasil derrotou a inflação. A inflação comia o poder de compra do salário do trabalhador em 10 dias, o que fazia um país muito desigual, pois quem tinha conta em banco tinha correção monetária e todo dia o dinheiro valorizava e o trabalhador não tinha dinheiro, nós conseguimos sair de uma crise econômica e estamos melhor que muitos países em desenvolvimento" disse o deputado recapitulando, "o Brasil teve duas grandes vitórias: a da democracia e da economia" disse finalizando sua restrospectiva.
Em referência ao futuro, o deputado também expôs suas teorias, idéias e ideais: O maior desafio do Brasil hoje, embora seja um país rico, pois é a sétima economia do mundo, é a desigualdade social. A ONU apresentou um relátório, que entre os países do mundo, o Brasil é o sétimo mais desigual, onde as riquezas são concentradas nas mãos de poucas pessoas. O único instrumento que temos para reverter essa situação é a educação, o Bolsa Família tira as pessoas da miséria e eu acho importante porque um país como o Brasil não pode permitir que um filho morra na miséria mas para por aí, isso não reverte estruturalmente a situação de um país que precisa ser mais justo", e continuou " Uma criança de uma família pobre sai de uma escola pública, e 60% delas não consegue compreender um texto simples, não sabe fazer uma conta de multiplicar e dividir, uma pessoa que chega aos 14 anos e não consegue compreender um texto comum, está fadada a uma tragédia. Jamais encontrará espaço no mercado de trabalho que está cada vez mais competitivo" e foi mais categórico: "O Brasil não sai desta situação de desigualdade se não houver uma revolução na educação, o Brasil plantou uma taxa de avaliação(da educação) importante, temos instrumentos de avaliação para saber que a educação não está indo bem, e o pior, esse sistema de avaliação foi plantado em 1995 e em 2009 foi constatado que estava pior que a 14 anos atrás, e o que acontece? O sistema de avaliação mostra que está tudo muito ruim mas ninguém toma uma providência efetiva" disse Raul Henry e completou finalizando a questão: "Acho que a grande agenda do Brasil para 2011 é construír uma nação onde não haja tanta desigualdade, e a questão da educação passa pela saúde, violência e tantas outras..." enfatizou o deputado mostrando que a educação deve ser o maior investimento em seu entendimento.
O deputado também fez questão de explicar porque o apoio a Jarbas e Serra (governador do estado de Pernambuco e presidente da república respectivamente): "José Serra é um homem com uma competência acima de qualquer discussão" e continuou já focando o estado, " em relação a Pernambuco, nós temos um candidato ao governo que é o homem que simplesmente transformou Pernambuco, Pernambuco tem uma história antes dele e outra depois" disse lembrando os recursos que Jarbas trouxe ao estado e que antes em meados de 1998, quando vinham ao nordeste, chegavam apenas em estados como Bahia e Ceará, e afirmou também que o sucesso de Eduardo Campos á frente do governo se faz devido ao mesmo ter encontrado o estado em ordem quando deixado por Jarbas Vasconcelos.   
Na ocasião, o deputado relatou as obrigações de um deputado e entre elas, criar leis e fiscalizar o governo.O deputado ainda esclareceu: "A gente tem uma disponibilidade de 10 milhões para apontar para onde disponibilizar o recurso. O meu está colocado na internet, no meu site, por todo canto. Disponibilizo para os municípios que me apoiam, e coloco muito para instituições de saúde, educação e município." disse o deputado.
Para saber mais sobre a bela trajetória do deputado acesse o site www.raulhenry.com.br
Raul Henry 1599
VOTE CONSCIENTE!

Nenhum comentário:

Postar um comentário