sexta-feira, 19 de março de 2010

Caso Jennifer: Delma Freire irá para colônia penal na tarde desta quarta

A delegada Gleide Ângelo afirmou nesta manhã de quarta-feira (17) que Delma Freire, presa ontem acusada de envolvimento no assassinato da nora, a turista alemã Jennifer Kloker, irá para a Colônia Penal Feminina no fim da tarde de hoje.

Delma está neste momento presa na carceragem do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), onde passou a noite. Ela ficou no primeiro andar da sede, localizada no bairro da Imbiribeira, Zona Sul do Recife, em uma cela próxima ao filho Pablo Tonelli e a Ferdinando Tonelli, pai adotivo do rapaz.

Há a expectativa de que, antes de ser transferida para a Colônia Penal Bom Pastor, no bairro da Iputinga, Delma Freire preste novo depoimento esta tarde.
Os delegados que investigam o caso não deram detalhes de como foi a noite de Delma na cadeia. O que se sabe é que ela passou a tarde e a noite de ontem dando depoimento. Ontem, por volta das 20h, ela ainda estava depondo, mais de sete horas depois de ter sido detida.

A prisão temporária de Delma foi solicitada por causa dos últimos incidentes na investigação. O presidiário do regime aberto que disse na segunda-feira (15) ter recebido proposta de R$ 20 mil para assumir a participação no homicídio da turista alemã teria sido ameaçado após assumir a farsa. Mesmo assim, o rapaz não mudou o teor das declarações. "Ele disse que duas pessoas estiveram na residência dele ontem e o ameaçaram de morte caso ele não voltasse atrás. Não houve comprovação da ameaça, mas houve depoimento".

Outra questão importante levantada pelo jovem de 26 anos foi o fato de Delma já ter providenciado passaportes falsos para ela, o marido e o filho. O delegado confirmou que o rapaz foi incluído no programa de proteção a testemunhas. Nessa terça, ele chegou a passar cinco horas no DHPP.
Fonte: JC on line

Nenhum comentário:

Postar um comentário