sábado, 10 de setembro de 2016

Final feliz- Cachorro espancado por idosa em Cachoeiro ficará com biomédico que doou exames

Carlos Ambrósio era um dos primeiros da lista, que tinha mais de 200 pessoas interessadas em ficar com o cachorro, que terá alta da clínica veterinária até o fim de setembro


Carlos Ambrósio, que doou todos os exames laboratoriais, ficará com o cachorro
agredido em Cachoeiro
Foto: ​Reprodução
O cachorro agredido pela própria dona em Cachoeiro de Itapemirim, já tem um novo lar. O animal será adotado pelo biomédico Carlos Ambrósio, que doou os exames laboratoriais e foi homenageado
dando nome ao cão. Ele era um dos primeiros nomes da lista de mais de 200 pessoas que tinha interesse em ficar com ‘Ambrósio’ após receber alta da clínica.

A guarda do cachorro está com o veterinário Marcos Lesqueves, que cuida de ‘Ambrósio’ desde o dia 28 de julho, quando sofreu as agressões. Todo o tratamento do cão foi custeado pelo plano de saúde Petsalut.

‘Ambrósio’ foi agredido com um pedaço de pau por Cremilda da Silva Conceição Caetano, de 62 anos, na rua. O vídeo em que a idosa aparece espancado o cachorro foi gravado e postado por um vizinho e já teve mais de 17 milhões de visualizações. O animal chegou à clínica veterinária com trauma-crânio-encefálico, com perfuração em um dos olhos e estava inconsciente.

No último dia 19, Cremilda foi ouvida na CPI dos Maus-Tratos aos Animais e disse que não quer ficar com ‘Ambrósio’. Ainda, durante os depoimentos, foi pedido que o cachorro não seja adotado por vizinhos da idosa e nem por familiares.

Os outros dois cachorros, recolhidos da residência de Cremilda estão no Centro de Controle de Zoonoses. A Prefeitura de Cachoeiro já solicitou ao Ministério Público uma orientação legal para que os critérios de adoção sejam definidos, já que, legalmente, pertencem à idosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário